Investir melhor

Ambiente parece beneficiar mercados emergentes, diz Stuhlberger

Para o CEO e CIO da Verde Asset Management, "Brasil parece ser um lugar onde se pode fazer alocação de ativos"

Luís Stuhlberger, gestor da Verde Asset. Foto: Divulgação
Luís Stuhlberger, gestor da Verde Asset. Foto: Divulgação

Por Daniela Frabasile

O ambiente externo de inflação convergindo rapidamente para a meta e com a economia desacelerando sem apontar para uma recessão “parece um bom ambiente para beneficiar os investimentos nos mercados emergentes”, afirmou Luis Stuhlberger, CEO e CIO da Verde Asset Management. Durante o Latin America Investment Conference, organizado pelo banco UBS em São Paulo, Stuhlberger foi mais uma voz proclamando um otimismo cauteloso para 2024.

Cenário global beneficia economia brasileira, mas há riscos

Essa avaliação se mantém apesar do mês de janeiro negativo para os ativos brasileiros. Segundo ele, um dos fatores a motivar o movimento de queda foi a surpresa nos dados econômicos dos Estados Unidos, que continuaram positivos. O segundo fator foi o mercado acionário chinês, que teve um desempenho ruim nos primeiros meses do ano. “A impressão que eu tenho é que o fundamento positivo e construtivo [para os emergentes] continua”.

Quais as perspectivas para o mercado de crédito, um ano depois do caso Americanas?

Por outro lado, o gestor afirma que a inflação no Brasil “não para de surpreender para baixo”, um ponto positivo para os investimentos no País.

Do âmbito fiscal, mesmo com o crescimento do déficit no ano passado e a perspectiva de que o governo não conseguirá entregar a meta de resultado fiscal zero em 2024, o CEO e CIO da Verde pontuou que o País “está encerrando o ano com o mesmo déficit de 2019. A foto é razoável, apesar do filme ruim”.

“Não é uma situação fácil, mas num curto prazo, dá para se levar com certo conforto”, completou.

Qual o papel dos investimentos no desenvolvimento de soluções mais sustentáveis?

Mais um fator que pesa a favor do Brasil é a balança comercial “espetacular”, diz Stuhlberger. “Embora o resultado da agropecuária em 2024 deva ser menor, temos crescimento da área plantada e a produção de minério e petróleo seguem aumentando”, afirmou.

Além disso, ele pontua que o País é beneficiado pela geopolítica, ainda que “não tanto quanto o México”. “O Brasil parece ser um lugar onde se pode fazer alocação de ativos”, concluiu.

Para quem precisa fazer um planejamento financeiro, a B3 oferece um curso sobre como organizar suas finanças. Na plataforma de educação, também há cursos sobre investimento e muito mais.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias