Investir melhor

Investe em ações? Veja as oportunidades e os cuidados para 2024

Empresas ligadas a commodities devem seguir atraentes, mesmo com menos fôlego; já os papéis ligados ao varejo e construção civil têm potencial para se destacarem

Ibovespa
O Ibovespa é o principal índice de ações da B3, a Bolsa de Valores do Brasil. Foto: Divulgação/B3.

Por Paula Pacheco, especial para o Bora Investir

O ambiente econômico para 2024 mostra que há uma boa expectativa para alguns tipos de investimentos, como as ações. Segundo relatório do Research XP, assinado por Fernando Ferreira e o time de research, há um clima otimista em relação aos ativos brasileiros, especialmente Bolsa, graças ao fato de o país estar “bem-posicionado globalmente” e “continuar se beneficiando dos altos preços de commodities, bem como do fluxo de investidores que procuram alternativas dentro dos mercados emergentes.”

A esse contexto otimista, o relatório acrescenta ainda oportunidades na renda fixa, fundos imobiliários e listados e ainda os fundos alternativos.

Opções de ações: guia básico para entender antes de começar a investir

O texto alerta, no entanto, que a expectativa é de uma economia ainda “propensa a enfraquecer, especialmente à medida que empresas começam a sentir o efeito das taxas de juros mais altas por mais tempo.”

Ambiente doméstico atraente

Larissa Quaresma, analista da Empiricus Research, diz que depois de um 2023 ainda forte para as ações de commodities, é possível esperar por um 2024 mais positivo para empresas ligadas ao ambiente doméstico. No entanto, a especialista alerta: “em todo caso, é importante ter diversificação setorial e, ainda mais, empresas de qualidade, rentáveis e com boas perspectivas de crescimento”.

Quais as perspectivas para os principais setores da bolsa em 2024

Felipe Moura, sócio e analista da Finacap Investimentos, avalia que, como o País já está em um cenário de desinflação, as empresas de consumo devem ser favorecidas, em especial por causa do início da queda da taxa básica de juros.

“Pensando de uma forma mais macro, as ações mais sensíveis aos ciclos econômicos domésticos devem se beneficiar em um primeiro momento. Entre os setores eu destaco a construção civil e o varejo. Ou seja, todos aqueles ligados intrinsecamente ao ciclo doméstico da economia já saem como fortes candidatos à alta”, detalha Moura.

Ações ligadas a commodities seguem em alta, mas perdem fôlego

O analista, no entanto, não tem o mesmo otimismo em relação a setores que vinham de uma performance positiva nos últimos dois anos, como aconteceu com as empresas ligadas ao setor de commodities, que conseguiram expressivas valorizações em função das cotações internacionais.

É o caso do petróleo, do aço e do minério de ferro, que mesmo com volatilidade, seguiram em um patamar elevado. Tanto que empresas como a Petrobras geraram um caixa significativo nos últimos anos, resultando na distribuição de excelentes dividendos. No entanto, nos dois últimos semestre elas perderam um pouco de fôlego. A expectativa de Moura é que sigam atraentes, mas com resultados não tão fortes.

Conheça as ações de 3 empresas que vão pagar dividendos mensais em 2024

Quais cuidados tomar antes de investir em ações

Apesar do otimismo, existem alguns pontos de atenção, como explica a especialista da Empiricus. O primeiro deles, segundo Larissa, é o “valuation deprimido”. Valuation é o nome em inglês para ‘avaliação de empresas’, ou seja, o processo para estimar o valor justo de uma companhia, chamado de valor intrínseco.

“O Índice de Consumo da B3 ficou para trás em 2023 na comparação com o Ibovespa, assim como o Bovespa Small Cap, mais ligado à economia doméstica”, pontua Larissa. Ela cita que a queda de Selic no Brasil pode dar impulso a essas empresas de duas formas: melhorando a receita e diminuindo a despesa com dívidas.

Apesar das oportunidades na bolsa, a analista lembra que é preciso ter muita cautela na escolha das ações. “Há muitos papéis que já andaram [se valorizaram] muito, e muitas vezes sem um fundamento para sustentar a alta. Não diria que é o caso do setor inteiro, mas continuamos prezando pelo stock picking como um importante aliado do investidor, e que pode evitar erros bobos”.

A estratégia de investimento baseada no stock picking consiste em selecionar as ações uma a uma com bom potencial de valorização, em vez da estratégia de fazer aportes em um índice de mercado. Quem escolhe esse caminho deve ter cuidado, fazer muita pesquisa e analisar com cuidado cada companhia para identificar da melhor forma as perspectivas financeiras.

Quer saber como começar a investir do zero? Confira esse curso gratuito!

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias