Organizar as contas

Fim de ano chegando, ainda dá tempo de se planejar para viajar?

Confira dicas para planejar uma viagem sem deixar a saúde financeira de lado

Hospedagem, viagem. Foto: Pixabay
Existem diversos sites e plataformas, nacionais e internacionais, que funcionam como mecanismos de buscas e comparadores de preços e hospedagens. Foto: Pixabay

Por Gabriel Rios, especial para o Bora Investir

O penúltimo mês de 2023 chegou e o período mais esperado pelo trabalhador brasileiro está mais próximo: o fim do ano. Restando apenas dois meses, ainda dá tempo de se planejar financeiramente para fazer uma viagem?

“Sempre é tempo de se preparar financeiramente. Nesse momento, principalmente para aqueles que deixam para em cima da hora, mais ainda”, destaca Ricardo Teixeira, coordenador do MBA de Gestão Financeira da FGV, ao Bora Investir.

+ 10 dicas para economizar e viajar sossegado

De acordo com o especialista, ainda há prazo suficiente para planejar o final do ano, mas é preciso tomar alguns cuidados. “O ideal é não se endividar com um dinheiro que espera receber, mas sim gastar o que já tem em conta. O futuro é sempre incerto. A melhor estratégia é se programar para viver com o que já tem, para evitar estresse desnecessário”, completa Teixeira. 

Como decidir se devo viajar ou não?

Sócia da HCI Invest e planejadora financeira CFP pela Planejar, Wanessa Guimarães aposta no 13º como um importante recurso para o final do ano. Em contrapartida, ela não indica a contratação de empréstimos, caso a gratificação já esteja comprometida. 

+ Economizar em viagens? 4 plataformas para comparar preços de hospedagem

“Se for necessária a contratação de empréstimo, é sinal que as finanças não estão saudáveis. Nesse caso, é preciso priorizar a saúde financeira e talvez passar o fim de ano em casa de uma forma mais econômica”, salienta Guimarães. 

Para a especialista, pesquisar preços de hotéis e passagens a fim de filtrar as opções mais em conta pode ser uma importante alternativa. Caso, ainda assim, o valor continue acima do orçamento, a pessoa terá que usar a criatividade para não deixar o período passar “em branco”.

“Dependendo de valores, uma opção seria nem viajar, mas buscar na sua própria cidade algum evento interessante e divertido, que cumpra seu papel do lazer e do relaxamento para a família”, comenta. 

Cartão de crédito: bom ou ruim?

A possibilidade de parcelar o valor a ser gasto no fim do ano seduz, mas nem sempre o cartão de crédito é a melhor opção. “O grande perigo é se não puder garantir que, no período de meses em que fez o parcelamento, continuará, por exemplo, no atual emprego. Há sempre um risco”, alerta Teixeira. 

Cartão de crédito: quando vale a pena usar e quais os cuidados necessários

Ainda segundo o especialista, o cartão é uma ótima opção quando já se tem aquele valor para realizar o pagamento total e, dessa forma, conseguir empurrar o pagamento durante algum tempo. 

“Do ponto de vista de planejamento financeiro, a pessoa deveria primeiro poupar esse dinheiro para depois fazer a compra. Mas, se realmente for preciso realizar essa compra por algum motivo mais importante, que faça dentro de um parcelamento que tenha segurança que conseguirá cumprir”, completa o coordenador do MBA de Gestão Financeira da FGV.

Na mesma linha, Wanessa Guimarães reforça a importância de garantir que no orçamento caberão as parcelas dos próximos meses sem precisar entrar no vermelho. “Esse é o grande ponto de observação para que esse sonho não vire um pesadelo”. 

O uso do cartão de crédito pode ser benéfico também, segundo Guimarães, no acúmulo de pontos, milhas ou de cashback.

“Para evitar a mesma agonia deste fim de ano, já comece a pensar na virada para 2025, realizando uma reserva de investimento para que se tenha mais liberdade de optar por um local ou por uma festa sem se preocupar com as finanças”, diz a sócia da HCI Invest e planejadora financeira CFP pela Planejar.

Tire o dinheiro da poupança e planeje seus objetivos com melhores investimentos! Para saber ainda mais sobre investimentos e educação financeira, não deixe de visitar o Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias