Organizar as contas

Gasolina cara? Saiba como economizar com combustível

Alternativas de economia vão além de procurar preços acessíveis de combustível e optar por transporte coletivo

Carros. Foto: Sarah Brown/ Unsplash
Está prevista a utilização de R$ 700 milhões em créditos tributários para a venda de caminhões, R$ 800 milhões para carros e R$ 300 milhões para vans e ônibus. Foto: Sarah Brown/ Unsplash

Por João Paulo dos Santos

O gasto com transporte, e por consequência com combustível, é parte do dia a dia de qualquer dono de veículo. Até porque, no orçamento mensal, esse é um compromisso fixo e muitas vezes obrigatório. Então, o que fazer quando a gasolina está cara e comprometendo o planejamento? 

No segundo trimestre de 2023, encher o tanque de gasolina consumiu, em média, 6,5% da renda das famílias brasileiras. É o que mostra o Indicador de Poder de Compra de Combustíveis, calculado pela Fipe com base em dados da PNAD Contínua (IBGE). 

O indicador representa a proporção da renda domiciliar mensal que seria necessária para custear o abastecimento de um tanque de 55 litros com gasolina comum no trimestre de referência.

+ Inflação sobe 0,26% em setembro, puxada pela gasolina

Contraste nos preços dos combustíveis

Os dados de agosto evidenciaram aumentos nos preços médios do diesel e da gasolina, na esteira dos reajustes anunciados pela Petrobras no dia 15 de agosto e vigentes desde o dia seguinte. Por outro lado, os brasileiros que abasteceram com GNV e etanol foram favorecidos com combustíveis, em média, mais baratos nos postos.

De acordo com o levantamento, em relação a julho, quatro dos seis combustíveis monitorados apresentaram incremento nos respectivos preços médios: gasolina comum (+2,0%) e gasolina aditivada (+1,3%), diesel comum (+11,0%) e diesel S-10 (+12,2%), contrapondo-se aos recuos nos preços médios do etanol hidratado (-4,2%) e GNV (-1,6%). 

No acumulado de 2023 (entre dezembro de 2022 e agosto de 2023), os resultados do levantamento indicaram que as altas se concentraram na gasolina comum e aditivada, contrapondo-se ao recuo nos preços dos demais combustíveis, principalmente do diesel.

Gasolina x Etanol: primeira opção de economia

Com o encarecimento da gasolina e o barateamento do etanol em agosto, o comportamento do Indicador de Custo-Benefício Flex destaca um momento mais favorável para a alternativa renovável. 

Em uma perspectiva histórica, trata-se do momento mais favorável para abastecimento com etanol desde 2018, principalmente em estados e capitais do Sudeste e Centro-Oeste, regiões onde o combustível apresentou uma clara vantagem em relação à gasolina comum em termos de custo-rendimento.

Especificamente, com base em dados de agosto, o preço médio do etanol correspondeu a 70,1% do valor cobrado pela mesma quantidade de gasolina comum, o que equivale a um decréscimo em relação ao indicador apurado no mês anterior (73,7%) e ao menor patamar desde novembro de 2018. Nas capitais, o indicador calculado também recuou entre julho (73,3%) e agosto (69,3%), atingindo o patamar mais baixo desde outubro de 2018.

+ 5 planilhas de gastos pessoais gratuitas para organizar o orçamento

Como economizar combustível

Além da opção, para quem consegue, de trocar a gasolina pelo álcool também há outras alternativas para quem quer economizar com transporte. 

A primeira opção, e mais óbvia, é a diminuição do uso do transporte particular. Optar por transporte público em alguns momentos pode diminuir o custo com combustível. Porém, essa nem sempre é uma opção viável.

Por isso, é importante saber que economizar combustível nem sempre está diretamente ligado com a cifra na hora de encher o tanque. Existem outros fatores que interferem na economia do seu carro.

O diretor de operações da distribuidora de combustíveis ON Petro, José Debiasi, elenca três dicas simples para colocar em prática e economizar no seu dia a dia, confira:

1 – Regule sempre a pressão dos pneus

Pode parecer que não tem relação nenhuma, mas manter os pneus calibrados corretamente reduz o atrito com o solo, proporcionando maior eficiência e desempenho. Em outras palavras, o carro rende mais e, consequentemente, gasta menos combustível. 

“Uma pressão adequada dos pneus não só traz economia de combustível, como também reduz a emissão de gases e aumenta a vida útil do pneu”, conta Debiasi. Ou seja, economia em dobro e cuidado com o meio ambiente com a pequena ação de realizar calibragem regularmente.

2 – Saiba a procedência do combustível

Abastecer o carro com combustível de qualidade é algo imprescindível, pois, uma vez que ele esteja adulterado, pode prejudicar o veículo. “Muitas vezes, uma gasolina adulterada, por exemplo, não é tão prejudicial para o motor do carro. Mas o que acontece é que ela rende muito menos. Ou seja, você tem a ilusão de estar economizando quando na verdade está gastando mais”, explica Debiasi.

Tenha sempre um local de confiança para realizar o abastecimento e procure conhecer o posto. “Pode parecer bobagem, e dificilmente as pessoas prestam atenção neste detalhe, mas o nome do posto, a estrutura, tudo isso é um indicativo importante de confiabilidade. Se nunca viu, procure pesquisar na internet antes de abastecer. Quanto melhor o combustível, mais ele vai render, e um bom posto vai te oferecer essa garantia”, diz o diretor de operações.

3 – Ar-condicionado: na cidade com moderação, na estrada sempre

Sim, o ar-condicionado também consome combustível. Não é mito. “O ar-condicionado tem um compressor que é ligado no motor do carro. Cada vez que você liga ele, gera o gasto de combustível”, relata Debiasi. Por isso, evite usar de forma desnecessária.

Contudo ao rodar em estradas, é preferível fechar as janelas e ligar o ar. Isso porque a quantidade de ar que entra pelo veículo muda a aerodinâmica do carro, acarretando em uma pior performance do carro e em mais gasto de combustível.

Este curso gratuito sobre Como Organizar as Finanças pode te ajudar a colocar as contas em dia. Confira outros conteúdos e cursos gratuitos no Hub de Educação Financeira da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.