Organizar as contas

Quais são os impostos pagos no Brasil? Como funcionam?

Especialistas ouvidos pelo Bora Investir explicam o funcionamento e o pagamento dos principais impostos do país

BDRs Imposto de Renda. Foto: Adobe Stock
A Receita reforçou, em seu site oficial, que nunca entra em contato com os contribuintes por e-mail para solicitar mudanças na declaração do Imposto de Renda. Foto: Adobe Stock

Por Redação B3 Bora Investir

Entre 1 de janeiro e 2 de maio de 2023 o Brasil pagou R$ 1 trilhão em impostos. É o que aponta o Impostômetro, que já inclui taxas, contribuições, multas, juros e correção monetária. E você, já sabe quais são os impostos pagos no Brasil?

No total, existem 92 impostos no Brasil, de acordo com o site do Portal Tributário. Alguns são pagos pelas empresas, de forma a tributar sua lucratividade, produção ou prestação de serviço. Outros caem na conta dos consumidores na forma de impostos sobre a renda ou embutidos nos produtos.

“De uma forma ou outra, quem arca com os impostos é sempre o cidadão, já que as empresas repassam nos preços dos produtos ou serviços os custos que elas têm com essas taxas”, analisa Leonardo Roesler, especialista em Direito Tributário e Empresarial da RMS Advogados. “O Brasil possui um sistema tributário altamente complexo, composto por uma ampla gama de impostos, taxas e contribuições”.

Afinal, você sabe quem é quem na sopa de letrinhas do sistema tributário brasileiro? Bora entender!

MEI: como declarar o Imposto de Renda e não cair na malha-fina

Qual a diferença entre tributos, impostos, taxas e contribuições?

A cobrança de tributos é feita por meio de vários mecanismos diferentes. Eles se dividem em três tipos principais:

  • As taxas possuem valores fixos e destinos determinados e estão atreladas, diretamente, a um serviço público em particular. Alguns exemplos são: a coleta de lixo, o esgoto e a iluminação pública.
  • Já os impostos são cobrados de acordo com o patrimônio tributado. O Imposto de Renda, o IPTU e o IPVA são os casos mais emblemáticos, já que variam conforme o valor do bem.
  • As contribuições, por sua vez, são coletadas para um fim específico, como a conclusão de obras públicas e outras benfeitorias. 

Cada uma das categorias existe no nível federal, estadual e municipal e variam conforme o estado e a cidade. Juntas, elas contribuem para a arrecadação do Estado, que reverte a verba para serviços públicos para a população, como educação, saúde e segurança. 

Nosso país é o que mais paga impostos na região da América Latina, segundo levantamento da OCDE. Na média, os países latino-americanos cobram 21,7% de tributos sobre seu Produto Interno Bruto (PIB). No Brasil, esse porcentual atinge 33,5%.

Quais são os principais impostos pagos no Brasil?

O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) é um dos tributos mais “populares”, já que vem destacado nas notas fiscais. Em resumo, o ICMS é recolhido das empresas que trabalham com compra, venda, transporte e circulação de mercadorias.

“Ele pode ser considerado um dos tributos com a carga mais alta, principalmente quando as operações ocorrem entre estados”, pontua a advogada tributária Maria Carolina Soares. Ela explica que isso ocorre porque as alíquotas variam de um local para o outro e podem ocorrer diferenças entre elas, o que resulta em pagamentos extras. 

Reforma Tributária: entenda as propostas e o impacto positivo nos negócios

Já as contribuições do Programa de Integração Social (PIS) e a Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins) levam os nomes dos seus destinos. As tributações, que só deixam de fora as pequenas e microempresas, servem para manter os pagamentos de seguro desemprego, abono salarial e de gastos ligados à previdência social. 

“Esses tributos, diferentemente do ICMS, não estão destacados nas notas fiscais eletrônicas, mas também são repassados de forma indireta ao consumidor final”, diz a advogada.

Impostos direto ou indireto?

Outros impostos, como o sobre Produtos Industrializados (IPI) e sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), são cobrados em situações específicas. “O IPI só é recolhido nas operações em que ocorre industrialização de produtos, sejam eles produzidos no país ou não”, explica a tributarista. Soares conta que, na medida em que este imposto é arrecadado das empresas que o repassa ao consumidor, ele pode ser considerado um tributo indireto.

O ITBI, por sua vez, é um imposto direto, pois é pago por quem adquire um imóvel, e sua alíquota varia bastante de uma cidade para outra. Na capital paulista, a porcentagem é de 3%. Em Boa Vista (RO), é de 1,5%.

Ficou mais claro com os impostos funcionam? Se as suas dúvidas forem sobre a declaração de Imposto de Renda, tudo o que você precisa está reunido aqui >> Tudo sobre Imposto de Renda 2023

Para saber ainda mais sobre investimentos educação financeira, não deixe de visitar o Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.