Renda fixa

Quanto rendem R$ 50 mil no Tesouro Selic em 1 ano?

Com a taxa Selic em 13,75% ao ano, mesmo a reserva de emergência, aplicada no Tesouro Selic, pode gerar bons rendimentos

Cofrinhos de cerâmica em formato de porco
Aprenda a organizar seu orçamento e fazer sobrar para investir

Por Marília Almeida

Não há dúvidas de que o atual cenário é vantajoso para quem investe na renda fixa. Com a taxa Selic em 13,75% ao ano, mesmo a reserva de emergência, caso aplicada no Tesouro Selic, pode gerar bons rendimentos.

É o que aponta uma simulação feita por Rafael Haddad, planejador financeiro do C6 Bank. Ele simulou o rendimento bruto e líquido (já descontando impostos) do título, considerando a expectativa de que os juros encerrem o período a 12,9% ao ano.

Tesouro Selic 2026 Selic + TR (0,0868%)
Valor Inicial R$ 50.000
Valor 1 ano (bruto)R$ 56.493
Valor 1 ano (líquido)R$ 55.251
Rafael Haddad, planejador financeiro do C6 Bank

Sobre o rendimento do Tesouro Selic incide a tabela regressiva do Imposto de Renda, cuja alíquota será de 17,5% após um ano. Também é cobrada uma taxa de custódia de 0,20% ao ano.

Ou seja, quem deixar o dinheiro no título para fazer frente a gastos imprevistos ganhará, após um ano, R$ 5.251, mesmo que haja queda da Selic neste percurso.

Ainda que o Tesouro Selic continue a gerar bons rendimentos, a aproximação de um ciclo de queda da Selic incentiva investidores a diversificar a carteira como forma de travar rendimentos mais altos.

O conselho é válido apenas caso o investidor deseje uma maior rentabilidade e busque formar uma reserva para usá-la após o prazo de vencimento dos títulos, em três anos.

Se o intuito for formar uma reserva de emergência, ela sempre deverá ser aplicada em aplicações que acompanhem a taxa Selic e tenham liquidez diária, como o Tesouro Selic e CDBs com liquidez diária que paguem mais de 100% do CDI.

Como diversificar a carteira de renda fixa?

Uma forma de diversificar a carteira é aplicar no Tesouro Prefixado 2026. Ainda que as taxas oferecidas pelo investimento já estejam mais baixas, em 11,58%, embutindo um ciclo de baixa da Selic, o retorno é interessante.

Caso o título seja levado até o vencimento, em 2026, os R$ 50 mil terão se transformado em R$ 63.401, já líquido de impostos, diz Haddad. Contudo, caso haja resgate antecipado, o rendimento vai depender da marcação a mercado.

+ 6 investimentos certos para se proteger da alta da inflação

Outra indicação é o Tesouro IPCA+2026, que paga uma taxa prefixada mais a variação da inflação. Caso a meta da inflação aumente, os juros poderiam cair mais do que o previsto, enquanto a inflação poderia aumentar. “O título se beneficiaria desse cenário”, diz o educador financeiro.

CDBs de bancos médios também podem ser uma opção para investir agora. Existem no mercado títulos que pagam 114% do CDI, taxa que acompanha de perto a Selic. Essas aplicações contam com a proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) para aplicações de mais de R$ 250 mil. “São boas taxas que provavelmente vão diminuir quando a Selic cair”, aponta Haddad.

Para saber ainda mais sobre investimentos educação financeira, não deixe de visitar o Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.