Ações

Conheça as 10 ações do Ibovespa que mais subiram – e as que mais caíram – em 2023

Confira os principais destaques do ano de 2023, positivos e negativos, entre as ações do Ibovespa

Foto: Pixabay
O Ibovespa é o principal índice de ações da B3, a Bolsa de Valores do Brasil. Foto: Pixabay

Por João Paulo dos Santos

Os investidores podem considerar que 2023 foi um bom ano para a bolsa de valores brasileira. Com bons desempenhos das ações, o Ibovespa subiu 22,28% no acumulado dos 12 meses e alcançou o patamar recorde de 134 mil pontos.

Dentre as ações do principal índice da B3, o IBOV, algumas se destacaram, positivamente ou não. Por isso, o Bora Investir traz as 10 ações do Ibovespa que mais subiram – e as que mais caíram – em 2023. O levantamento foi feito pelo consultor financeiro da Elos Ayta, Einar Rivero.

As 10 ações do Ibovespa que mais subiram em 2023

CódigoEmpresaSetorDesempenho em 2023
YDUQ3YDUQSEducação123,19%
CMIN3CSN MineraçãoMinerais metálicos119,33%
UGPA3Grupo UltraExploração, refino e distribuição114,66%
PETR4PetrobrasExploração, refino e distribuição96,04%
CYRE3CyrelaImobiliário93,51%
BBAS3Banco do BrasilBancos76,18%
PETR3PetrobrasExploração, refino e distribuição75,06%
IRBR3IRB BrasilResseguradoras71,71%
BRFS3BRFCarnes e derivados66,79%
COGN3Cogna EducaçãoEducação64,62%
Fonte: Einar Rivero, da Elos Ayta Consultoria

A líder do ranking de rendimentos em 2023 foi a ação YDUQ3, da holding de educação Yduqs. O papel subiu 123,19% no ano passado.

Segundo Fabrício Gonçalvez, CEO da Box Asset Management, essa alta é reflexo do melhor desempenho operacional e financeiro da empresa.

“A empresa tem a menor alavancagem com relação a dívida líquida/Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização), de 2,3 vezes, em comparação aos seus pares e boa liquidez do balanço patrimonial, o que é suficiente para cobrir os vencimentos de dívidas até o final de 2024”, afirma.

Outro destaque, o segundo da lista, é a ação da CSN Mineração, que obteve valorização de 119,33%. Para o CEO da Box Asset Management, os bons resultados do terceiro trimestre na companhia alavancaram o papel.

“A CSN Mineração (CMIN3) registrou lucro líquido de R$ 1,199 bilhão no terceiro trimestre de 2023, alta de 133,4% na comparação com o mesmo período do ano anterior. O resultado financeiro ficou positivo em R$ 3 milhões no período”, aponta.

Para completar o Top 3, está a ação da Ultrapar (UGPA3), que subiu 114,66%. A empresa teve como objetivo no ano aumentar sua exposição ao setor do agronegócio com iniciativas implementadas na Ultracargo e na Ultragaz.

“Vale ressaltar e destacar o acordo entre a Ultragaz e a Supergasbras, com a atualização do processo de reestruturação em curso da rede Ipiranga e isso impulsionou a empresa no ano de 2023”, diz Gonçalvez.

Os 10 papéis do Ibovespa que mais caíram em 2023

CódigoEmpresaSetorDesempenho em 2023
BHIA3Casas BahiaVarejo-81,03%
PCAR3Pão de AçúcarVarejo-40,66%
BEEF3Minerva FoodsCarnes e derivados-38,88%
PETZ3PetzVarejo-36,73%
ALPA4AlpargatasVarejo-32,89%
RECV3PetrorecôncavoExploração, refino e distribuição-31,06%
ASAI3AssaíVarejo-30,22%
RRRP33R PetroleumExploração, refino e distribuição-29,28%
SOMA3Grupo SomaVarejo-25,63%
CVCB3CVC BrasilViagens e turismo-22,05%
Fonte: Einar Rivero, da Elos Ayta Consultoria

Do outro lado da balança há as ações que não tiveram um 2023 tão bom assim. O grande destaque do ranking fica pela quantidade de companhias de varejo. São 6 entre as 10 maiores quedas do ano.

“Sabemos que não é de hoje que o setor mais prejudicado é o do varejo, devido aos seus múltiplos e algumas políticas financeiras”, alerta Fabrício Gonçalvez. 

O pior desempenho em 2023 dos papeís do Ibov ficou por conta do papel BHIA3, da Casas Bahia, que cedeu 81,03%. 

“A empresa sofre ambiente competitivo acirrado, com taxas de juros ainda elevadas, poder de compra comprimido, e riscos de execução no plano de transformação da companhia e juntamente com ela temos as ações do GPA (PCAR3) que seguem em tendência de baixa, perante a análise técnica”, destaca ele.

O Grupo Pão de Açúcar é o segundo da lista dos papéis com maiores baixas, com um desempenho negativo de -40,66%.

Fora do setor de varejo, o terceiro colocado no ranking negativo, a Minerva Foods (BEEF3), teve uma queda de -38,88%. Para Gonçalvez, o mau desempenho no terceiro trimestre reforçou as quedas.

A companhia encerrou o terceiro trimestre com lucro líquido de R$ 141 milhões, 0,3% menor que no mesmo período de 2022. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) caiu 11,5% na comparação, para R$ 713,7 milhões, e a receita registrou queda de 16,2%, para R$ 7,068 bilhões”.

Quer aprender mais sobre investimentos? Confira o curso gratuito do Hub de Educação da B3!

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.