Índices

B3 e S&P lançam índice de volatilidade do Ibovespa. Entenda o que é e para que ele serve

S&P/B3 Ibovespa VIX começa a ser divulgado nesta terça-feira (19/03)

Volatilidade
O perfil do investidor define o quanto ele sabe sobre o mercado e sua disposição a encarar volatilidade

A B3 e a S&P lançam nesta terça-feira (19/03) um novo índice para o mercado brasileiro, o S&P/B3 Ibovespa VIX, que mede a volatilidade implícita do Ibovespa. Esse novo indicador segue uma metodologia similar a um famoso índice para a bolsa americana, o VIX, lançado em 1993.

O S&P/B3 Ibovespa VIX funciona como um termômetro do mercado, indicando o quanto os agentes esperam que seja a oscilação do índice Ibovespa nos próximos 30 dias. Vale dizer que não há uma previsão de qual será a direção do principal índice acionário da bolsa brasileira, ou com quantos pontos o Ibovespa vai fechar o mês, apenas qual vai ser a intensidade do “sobe e desce” do mercado.

O que é o S&P/B3 Ibovespa VIX?

O índice foi criado com o objetivo de medir a volatilidade de curto prazo implícita nos preços de opções do Ibovespa. Isso quer dizer que ele vai medir o quanto o mercado espera de oscilação no índice nos próximos 30 dias.

O Ibovespa VIX segue uma metodologia similar ao Cboe Volatility Index, conhecido como VIX, lançado em 1993, e que mede a volatilidade implícita do S&P 500, um dos mais importantes índices de ações dos Estados Unidos. Hoje existem diferentes índices que seguem a mesma metodologia – seja para medir a volatilidade esperada nas ações de outros países (como México, Europa, Austrália, Hong Kong), de outros mercados (como crédito e commodities) ou com outros prazos.

+ Ibovespa B3: veja curiosidades sobre o índice que completa 55 anos

Como o índice é calculado?

O S&P/B3 Ibovespa VIX é calculado a partir dos prêmios dos contratos de opções de compra e venda de Ibovespa. Esses contratos são instrumentos usados pelo mercado para a realização de diversas estratégias de investimento. O importante dele para o índice é o preço em que são negociados esses contratos de opções, também conhecido como prêmio.

O prêmio é calculado com base em cinco fatores: o preço de exercício das opções, o preço do ativo (à vista), o tempo para o vencimento, a taxa de juros e volatilidade esperada para o período. De todas essas variáveis, a única que não é conhecida por todos os investidores é justamente a volatilidade – cada agente financeiro usa sua própria expectativa para calcular os preços.

O que S&P/B3 Ibovespa VIX faz é calcular qual é a expectativa que está implícita no preço desses contratos.

“O VIX vai olhar os preços [das opções] em tela e, com base nesse prêmio, juntando todas as peças, extrai o único fator que não tinha, que é a volatilidade”, explica Renato Munhoz, gerente de Produtos de Derivativos de Equities B3. “O índice traz a expectativa do mercado para oscilação em determinado período de tempo, a intensidade do movimento”. Quando o indicador sobe, significa que o mercado está esperando maior oscilação nos próximos 30 dias.

Por que o S&P/B3 Ibovespa VIX foi lançado agora?

Por causa do maior desenvolvimento do mercado de opções no Brasil. “Nos últimos anos, o mercado mudou de patamar. Basicamente dobrou de volume, então conseguimos ter um aumento de liquidez do mercado de opções do Ibovespa”, diz Munhoz.

Segundo dados da B3, o volume negociado saiu de R$ 34 milhões em 2018 para R$ 72 milhões em 2023.

Outro dado importante foi o aumento do número de formadores de mercado, agentes que têm a obrigação de oferecer opções de compra e venda em um range de prazos diferentes, o que também colabora para dar maior liquidez ao mercado de opções.

O que o VIX diz sobre o mercado?

Ele é um termômetro de quanto o mercado projeta de oscilação do Ibovespa no curto prazo. “A volatilidade implícita normalmente aumenta quando os mercados estão turbulentos”, explica Michael Orzano, líder de Gestão de Produtos de Bolsas de Valores Globais do S&P Dow Jones Indices.

Uma das características dos índices de volatilidade, diz Orzano, é que eles tendem a subir rapidamente quando há incertezas no mercado, mas sua queda é mais lenta.  

+ O que é e como funciona o Ibovespa Futuro?

Como usar o VIX nos seus investimentos?

Há alguns usos para os índices de volatilidade dos mercados de ações.

O VIX não sinaliza se o Ibovespa vai subir ou descer, mas é uma forma de medir as expectativas do mercado. “O VIX não tem a pretensão de cravar valores, mas de dar o sentimento do mercado sobre a intensidade da oscilação nos próximos 30 dias”, diz Munhoz.

No entanto, ele pode ser usado como uma informação a mais na tomada de decisão sobre os investimentos. “O investidor pode olhar o VIX de várias formas para se posicionar. Estamos sofisticando o portfólio de índices porque o investidor está ficando mais sofisticado”, diz Scheidt.

Como se movimenta o S&P/B3 Ibovespa VIX?

O S&P/B3 Ibovespa VIX foi calculado retroativamente a março de 2021. Nesse período, o índice se movimentou em direção oposta ao Ibovespa – quando o Ibovespa sobe, o VIX cai, e vice versa.

Além disso, foi observada uma correlação positiva entre o S&P/B3 Ibovespa VIX e o Cboe VIX. “Apesar de ter correlação entre os dois índices, o nosso captura a volatilidade específica do mercado brasileiro”, afirma Henio Scheidt, gerente de Índices B3.

Posso investir no VIX?

Ainda não. O lançamento de hoje é do índice S&P/B3 Ibovespa VIX. No entanto, a B3 estuda a criação de produtos derivados do VIX, como contratos futuros e, posteriormente, ETFs.

Em outros países, esses produtos já existem e têm alguns usos diferentes. Um deles é como ferramenta de hedge contra quedas bruscas no mercado de ações, diz Michael Orzano. “Como o VIX tende a ter uma reação mais forte a quedas do mercado acionário, o investidor não precisa de tanto para ter uma proteção contra os movimentos de queda”, afirma.

Além disso, os produtos derivados do VIX podem servir para aumentar a diversificação do portfólio, permitir especulação sobre a volatilidade e podem ser usados como sinais para estratégias de fundos quantitativos.

Quer saber mais sobre como funciona o mercado de ações no Brasil? Confira esse curso gratuito do Hub de Educação da B3!

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias