Notícias

Brasileiro está gastando menos e investindo mais. Classes C e D lideram avanço

Levantamento da Anbima revela aumento de 5% da população investidora entre 2021 e o ano passado

Fachada da B3 com pessoas andando em frente. Foto: Divulgação B3
Bolsa de valores: Copom irá divulgar sua decisão no início da noite. Foto: Divulgação B3

Por Redação B3 Bora Investir

O número de investidores brasileiros avançou 5% no ano passado, com um acréscimo de 8 milhões de pessoas. Ao todo, o porcentual da população que investe foi de 31% – ou 60 milhões de investidores -.  Os números são da 6ª edição do Raio X do Investidor Brasileiro, feito pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), em parceria com o Datafolha.

O avanço foi liderado pelas classes C, D e E, que tiveram os maiores acréscimos entre 2021 e 2022. Na classe C, a adição foi de 5 milhões de pessoas, indo de 29% de seu total para 36% de brasileiros investindo, dentro do recorte. Nas classes D e E, o salto foi de 4%, de 16% para 20% – uma adição de 2 milhões de novos investidores. Já a soma das classes A e B foram de 52% para 57%, com um milhão de investidores novos.

Entretenimento é o novo aliado da educação financeira no Brasil

“O recorte para essas parcelas da população sugere que estamos recuperando a capacidade de poupar e o acesso a produtos financeiros que havíamos atingido antes da pandemia” afirma Marcelo Billi, superintendente de Educação da ANBIMA. 

Para este ano, a expectativa é de entrada de 9 milhões de novos investidores, ou 5%. A pesquisa tem margem de erro de um ponto porcentual, para mais ou para menos, dentro do nível de confiança de 95%. 

Fundos têm mais resgates do que saques pela 1ª vez em 5 anos. O que fazer com a sua cota?

Menos gastos, mais economia

A pesquisa também revelou que o brasileiro passou a poupar mais entre 2021 e o ano passado. Entre os entrevistados, 32% disseram que foi possível guardar parte do que ganham, ante 27% em 2021. 

A classe social que mais guardou dinheiro em 2022 foi a soma da A e da B, com 52%. Em seguida veio a C, aos 31%, e a D e a E, com 16%. O principal destino do dinheiro poupado foi a aplicação em produtos financeiros – 38% das respostas, em linha com o ano anterior -, como poupança, previdência privada, fundos e ações. 

A GRANA DO VIZINHO

Ferramenta exclusiva da B3 para simular e descobrir como os brasileiros com o mesmo perfil que o seu fazem seus investimentos

A segunda colocação ficou com quem não fez nada com o dinheiro, totalizando 13% – todas as classes mantiveram um comportamento semelhante -. Em terceiro lugar, 8% gastaram em despesas da casa

Para saber ainda mais sobre investimentos e educação financeira, visite o Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias