Notícias

Contas básicas representam o maior gasto mensal para mais da metade dos brasileiros

Estudo da Serasa analisou o perfil e comportamento dos endividados no Brasil

Homem fazendo anotações em um caderno
O Programa Desenrola, de renegociação de dívidas, deve beneficiar mais de 70 milhões de brasileiros. Foto: Adobe Stock

Por Redação B3 Bora Investir

Para 53% dos brasileiros, os gastos com contas de água, luz e gás representam a maior parcela de seus orçamentos mensais. Além disso, 83% dos consumidores endividados já tiveram de atrasar outros pagamentos para priorizar as contas básicas. Os números são da pesquisa Perfil e Comportamento do Endividamento Brasileiro 2023, apresentada nesta quinta-feira (09/11) pelo Serasa.

Cartão de crédito: quando vale a pena usar e quais os cuidados necessários

Atrasos longos no pagamento de dívidas também são comuns entre boa parte dos brasileiros: 74% dos devedores de contas básicas afirmam ter uma pendência atrasada há pelo menos um ano.

A pesquisa observou também que, para 82% dos brasileiros em débito, o valor das contas básicas chega a representar até R$ 750, quase metade de um salário mínimo.

O estudo mostra que o peso das contas de luz, água e gás é relevante no orçamento das famílias. A pesquisa também aponta que os brasileiros tentam priorizar o pagamento delas, o que muitas vezes acaba como o motivo de um desequilíbrio financeiro.

61% dos brasileiros dizem que já pediram dinheiro emprestado a amigos ou familiares para arcar com esses gastos, e 49% já fizeram um empréstimo para isso. Mesmo assim, 45% dos entrevistados dizem que já tiveram o serviço cortado por causa de atraso no pagamento.

Motivo da dívida: desemprego

O desemprego ainda é o principal motivo de endividamento entre os consumidores, apontado por 22% dos entrevistados. O número, entretanto, apresentou queda pelo quarto ano consecutivo. Em 2019, 40% dos endividados apontava a falta de emprego como causa para o atraso nas contas.

Por outro lado, cresceu em 8 pontos porcentuais o volume de inadimplentes que se endividaram por conta de uma redução da renda, motivo apontado por 20% dos entrevistados.

Cartão de crédito

O estudo analisou também o perfil da dívida dos brasileiros. Como no ano passado, a maior parte deles (55%) têm dívida em cartão de crédito. Vale lembrar que o rotativo do cartão é a linha de crédito mais cara do Brasil. Em agosto, segundo dados do Banco Central, a taxa média cobrada era de 445,7% ao ano.

Das dívidas contraídas por conta do cartão de crédito, 59% delas foram feitas em compras em supermercados. A segunda maior causa de dívida no cartão é a compra de produtos como roupas e eletrodomésticos (46%), seguida por remédios ou tratamentos médicos (37%).

A Serasa e a Flexpag, em parceria com o instituto de pesquisa Opinion Box, coletaram respostas de mais de 11 mil consumidores inadimplentes da base da Serasa de todo o Brasil, por meio de entrevistas quantitativas online, durante o mês de outubro de 2023. Os entrevistados residem em diferentes regiões do país e têm a partir de 18 anos.

Para saber ainda mais sobre investimentos e educação financeira, não deixe de visitar o Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias