Notícias

EUA criam mais vagas que o esperado em fevereiro e surpreendem o mercado

Foram 311 mil empregos criados, acima dos 225 mil estimadas pelos analistas

Fila de pessoas em busca de emprego. Foto: Shannon Stapleton/File Photo/Reuters
O resultado veio acima do esperado da criação de vagas na economia americana. Foto: Shannon Stapleton/File Photo/Reuters

Por Redação B3 Bora Investir

O resultado acima do esperado da criação de vagas na economia americana em conjunto com a desaceleração do crescimento dos salários trouxe um cenário ainda mais incerto para a execução da política monetária pelo Federal Reserve (Fed).

Em fevereiro o país abriu 311 mil postos de trabalho – bem acima da previsão de 225 mil. Houve desaceleração em relação a janeiro, quando 504 mil empregos foram abertos. Os dados são do relatório de empregos (payroll), divulgado nesta sexta-feira, 10/03, pelo Escritório de Estatísticas de Trabalho do país.

+Independência do Banco Central: por que isso importa?

A taxa de desemprego nos Estados Unidos avançou de 3,4% para 3,6% em fevereiro à medida que a força de trabalho cresceu e os salários mensais subiram no ritmo mais lento em um ano.

O salário por hora média trabalhada subiu 0,2% entre fevereiro e o mês anterior, bem abaixo do previsto de 0,4%. A taxa anual avançou para 4,6%, ligeiramente abaixo do consenso dos analistas de 4,8%.

Diante dos resultados de hoje, o economista-chefe para América do Norte da Capital Economics, Paul Ashworth, afirmou que o mercado de trabalho nos Estados Unidos permanece apertado – onde as necessidades de contratação superam o número de trabalhadores disponíveis. No entanto, a redução do crescimento salarial em alguns setores pode ajudar o Fed em sua meta de conter a inflação.

+Pregões da B3 mudam de horário: veja os novos períodos de funcionamento 

“Esse resultado leva o debate de um aumento de 0,25 ponto percentual ou 0,5 ponto percentual na taxa de juros americana para a divulgação do relatório de inflação previsto para a próxima terça-feira. Ainda assim, achamos que o Fed manterá um aumento de 0,25 ponto percentual. Será uma decisão muito difícil”, disse em relatório.

O sinal de que o mercado de trabalho nos Estados Unidos ainda permanece forte incentiva o Banco Central americano a seguir com o aperto monetário, mesmo que menor. Em duas semanas, na quarta-feira, 22/03, os membros do BC americano se reúnem para decidir sobre os rumos da taxa de juros americana – que hoje está no intervalo entre 4,50% e 4,75%.

Nesta semana, o presidente do Fed, Jerome Powell, disse que se os dados econômicos continuarem fortes, o banco central poderá aumentar as taxas de juros em um ritmo mais rápido do que o esperado para derrotar a inflação.

Os números de emprego são fundamentais nas decisões da política monetária dos EUA, uma vez que o baixo nível de desemprego e o aumento dos salários tendem a pressionar a inflação de serviços, que continua elevada.

Para saber ainda mais sobre investimentos e educação financeira, não deixe de visitar o Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias