Notícias

Hora de investir? Número de novos investidores continua subindo na bolsa

Mesmo com juros altos, número de investidores pessoa física sobe tanto em renda fixa quanto variável.

Fachada da B3, a Bolsa do Brasil, localizada em São Paulo - (SP). Foto: Divulgação B3
A B3 atualiza e divulga, a cada trimestre, um estudo com dados sobre a evolução da pessoa física no mundo dos investimentos. Foto: Divulgação B3

Nem os juros altos, nem a volatilidade trazida pela eleição parecem abalar a vontade de investir dos brasileiros. Segundo levantamento da B3, tanto os investimentos em renda fixa quanto os de renda variável ganharam novos investidores em 2022.

O ambiente de juros elevados, com a taxa básica (Selic) chegando ao patamar de 13,75% ao ano, continua favorecendo a expansão dos investimentos em renda fixa. Nos últimos 12 meses, aumentou em 27% o número de pessoas físicas que fazem esse tipo de aplicação, chegando a 11,9 milhões de CPFs.

Porém, esse aporte nos investimentos de renda fixa não significou fuga da bolsa, já que o mesmo levantamento mostra que, no mesmo período, houve um crescimento de 40% de novos investidores no mercado de ações, um aumento de 15% só em 2022. Ao todo, 4,4 milhões de pessoas investem na bolsa.

“Esses dados mostram que o crescimento do número de investidores em Bolsa ainda manteve a tendência de alta e sugerem que os investidores não se desfizeram de suas posições em renda variável, mesmo em meio a uma fase de maior volatilidade e aumento expressivo das taxas de juros”, observa Felipe Paiva, diretor de Relacionamento com Clientes e Pessoa Física da B3. “Mais informados, eles têm preferido manter um portfólio diversificado, combinando ativos de renda fixa e renda variável, de olho no longo prazo.”

Quais os tipos de investimentos que mais tiveram entrada de investidores pessoa física?

Dentre os investimentos de renda fixa, o destaque em crescimento ficou com a LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) que viu seu número de investidores subir em 50% em 2022. Em números totais, os CDBs reúnem o maior grupo de investidores: são 8,7 milhões de pessoas com esse tipo de ativo na carteira, um aumento de 21% neste ano.

Confira os tipos de investimento em renda fixa que mais cresceram segundo o levantamento da B3:

Tipo de investimentoCrescimentoNúmero de pessoas
LCA50% (em 2022)1 milhão
CRI30% (em 2022)151 mil
Tesouro Direto29% (nos últimos 12 meses)2 milhões
CDB21% (em 2022)8,7 milhões
LCI21% (em 2022)1,2 milhão
Debênture20% (em 2022)360 mil
COE19% (em 2022)361 mil
CRA19% (em 2022)258 mil

Na relação de tipos de investimentos de renda variável, três “novidades do mercado” ganham destaque em termos de crescimento. Com menos de um ano de lançamento, o Fiagro (Fundo de Investimento em Cadeias Agroindustriais) cresceu mais de 712% desde outubro de 2021, somando 65 mil investidores. 

O TOP 3 da renda variável segue com o BDR (Brazilian Depositary Receipts), recibos de ações de empresas estrangeiras que podem ser adquiridos no Brasil), que atingiu a marca de 1,6 milhões de CPFs investidores, num crescimento de 422% nos últimos 12 meses. Esse é um investimento que, apesar de não ser propriamente novo, só está disponível para o investidor pessoa física desde o fim de 2020.

Os ETFs de Cripto, lançados em abril de 2021, completam o pódio de maiores crescimentos em porcentagem dos ativos de renda variável. A opção viu seu número de investidores crescer 217% no período de 12 meses e já conta com 210 mil CPFs.

Em número absoluto de investidores, as ações continuam sendo as mais populares – 3,2 milhões de pessoas investem nas empresas listadas na B3 –, seguidas pelos Fundos de Investimento Imobiliário (FII), com 1,7 milhão de investidores.

Confira o crescimento dos ativos de renda variável:

Tipo de investimentoCrescimentoNúmero de pessoas
Fiagro712%65 mil
BDR422%1,6 milhão
ETFs de Cripto217%210 mil
FIIs23%1,7 milhão
ETFs22%536 mil
Ações15%3,2 milhões

A B3 atualiza e divulga, a cada trimestre, um estudo com dados sobre a evolução da pessoa física no mundo dos investimentos.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias