Mercado

First Citizens compra falido Silicon Valley Bank nos Estados Unidos

Transação inclui a aquisição de US$ 110 bilhões em ativos do SVB, sendo US$ 56 bilhões em depósitos e US$ 72 bilhões em empréstimos.

Fotografia de uma parede de vidro em que se lê, estampada, a sigla SVB, acrônimo de Silicon Valeey Bank.
A quebra do bano foi o ponta pé inicial da chamada "crise de crédito". Fotografia: Flickr

Por Redação B3 Bora Investir

O First Citizens, um dos maiores bancos regionais dos Estados Unidos, concordou em comprar o Silicon Valley Bank (SVB), duas semanas após o colapso da instituição. Foi a maior falência bancária desde a crise de 2008. Com o anúncio, as ações do First Citizens sobem mais de 40% no mercado internacional.

O acordo é mais um capítulo no combate às turbulências no setor bancário internacional, que levou à compra do Credit Suisse pelo banco UBS; os fortes saques que desencadearam uma crise no First Republic Bank e mais recentemente problemas de confiança no Deutsche Bank.

Inflação no longo prazo acelera pela segunda semana seguida, aponta Focus

O First Citizens adquiriu todos os depósitos, empréstimos e agências do SVB que estavam sob responsabilidade do Federal Deposit Insurance Corporation (FDIC), órgão que regulamenta os bancos americanos. A compra inclui US$ 110 bilhões em ativos, sendo US$ 56 bilhões em depósitos e US$ 72 bilhões em empréstimos do SVB com um desconto de US$ 16,5 bilhões, segundo um comunicado do FDIC.

A aquisição transforma o First Citizens em um dos 15 principais bancos dos Estados Unidos, segundo a agência Bloomberg. O órgão que regulamenta os bancos nos Estados Unidos ainda vai permanecer com US$ 90 bilhões em títulos do Silicon Valley Bank, além de um custo estimado da falência de cerca de US$ 20 bilhões.

7 fatos ou frases que resumem o mercado financeiro na última semana

O presidente e CEO do First Citizens, Frank Holding Jr, disse que esta foi uma transação notável em parceria com o FDIC e que deve inspirar confiança no sistema bancário.

“Agradecemos a confiança que o FDIC depositou em nós mais uma vez. Esperamos construir relacionamentos com nossos novos clientes e posicionar nossa empresa para o sucesso contínuo ao afirmar nosso compromisso de apoiar a integridade de sistema bancário de nossa nação”.

O First Citizens tem cerca de US$ 109 bilhões em ativos e depósitos totais de US$ 89,4 bilhões.

Presidente do Saudi National Bank deixa o cargo

Nesta segunda-feira, 27/03, o presidente do Saudi National Bank, Ammar Al Khudairy, renunciou ao cargo. O banqueiro ficou ainda mais conhecido, após negar um novo aporte financeiro no Credit Suisse no dia 15 de março, o que desencadeou a crise na instituição.

O banco saudita tinha se comprometido a investir até 1,5 bilhão de francos suíços no CS, após ter adquirido 10% de participação na instituição em 2022 por meio de um aumento de capital, o que não aconteceu.

Em nota, Al Khudairy afirmou que deixou o cargo por “razões pessoais”. O diretor-executivo do Saudi National Bank, Saeed Mohammed Al Ghamdi, assumirá o cargo em seu lugar.

Quer saber mais sobre investimentos e finanças? Acesse os conteúdos gratuitos do Hub de Educação Financeira da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.