Mercado

Mercado financeiro: decisões dos Bancos Centrais dos EUA, Brasil, Inglaterra e China no foco

No mercado nacional ainda será avaliado o IGP-10 deste mês e as projeções para inflação e Selic do Boletim Focus de hoje

Calculadora azul
Com a Selic em 13,75% ao ano, um investidor consegue gerir sua carteira e ter ganhos satisfatórios sem fazer muito esforço. Foto: Adobe Stock

Por Redação B3 Bora Investir

Nesta semana as decisões sobre juros no Brasil, nos Estados Unidos, na Inglaterra, na China e no Japão concentram as atenções dos investidores, bem como a 78ª Assembleia-Geral da ONU, em Nova York.

Hoje, o relatório Focus e o IGP-10 de setembro ficam no radar no Brasil, que deve avançar 0,28% em setembro (de -0,13%), enquanto nos EUA sai o índice de confiança das construtoras.

+ Inflação controlada: como os Bancos Centrais definem a taxa de juros?

Juros no mercado externo

Os mercados internacionais operam de forma cautelosa, em compasso de espera pelas decisões de juros em importantes economias do globo, sobretudo dos EUA, na quarta-feira. Os índices futuros de ações de Nova York e os Treasuries (o equivalente ao nosso Tesouro Nacional) sobem moderadamente, enquanto o dólar opera perto da estabilidade ante outras moedas fortes.

O petróleo amplia ganhos das últimas três semanas, com sinais de aperto na oferta, elevando riscos inflacionários. Já o minério de ferro fechou em baixa de 0,17% em Dalian, na China.

Já a maioria das bolsas da Ásia fechou em queda, sinal seguido pelas europeias, que caem com mais força. Por lá, há ainda reflexos de notícias corporativas envolvendo o Casino e Société Générale.

Nos EUA, as chances são de quase 100% de que o Fed mantenha os juros nos níveis atuais, segundo ferramenta de monitoramento do CME Group. Também nos próximos dias, o BC chinês definirá seus juros principais e são esperados sinais de quando o do Japão comece a sair de sua política ultra-acomodatícia.

A expectativa é que o da Inglaterra eleve seus juros, apesar de sinais da fraqueza na economia do Reino Unido.

+ O que é o Federal Reserve (Fed) e por que a decisão de juros dos EUA é importante

Expectativa em semana de Copom

A cautela externa tende a respingar nos ativos brasileiros, mas a expectativa de votação da reforma tributária em outubro pode limitar alta dos juros futuros, por exemplo.

Neste caso, ainda será avaliado com afinco o IGP-10 deste mês e as projeções para inflação e Selic do Boletim Focus, que será divulgado hoje, em meio a expectativas de que o Copom acelere o ritmo de corte da Selic lá na frente, não nesta quarta, segundo a Broadcast, da Agência Estado.

Já o Ibovespa pode recuperar parte da baixa de 0,53% (118.757,53 pontos) de sexta-feira, por indicação de alta em Wall Street, petróleo, apesar do recuo do minério. O dólar, por sua vez, pode mirar estabilidade, em linha com o exterior.

*Conteúdo Agência Estado

+ 7 fatos que resumem a terceira semana de setembro na economia

Gostou desse conteúdo e quer saber mais sobre investimentos? Faça os cursos gratuitos no Hub de Educação Financeira da B3!

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias