Mercado

Mercado financeiro hoje e Morning Call Safra: investidores monitoram dados nos EUA

A uma semana das decisões de política monetária do Fed, o BC americano, e do Copom, os mercados devem seguir com ajustes

Fachada do prédio da B3, no centro de São Paulo/SP.
B3: reuniões de Campos Neto em Washington serão monitoradas pelo mercado. Foto: Divulgação

Por Redação B3 Bora Investir

A uma semana das decisões de política monetária do Fed, o BC americano, e do Copom, os mercados devem seguir com ajustes em meio a apostas de aumento de 25 pontos-base dos juros americanos e manutenção da Selic em 13,75%.

A agenda desta quarta-feira, 15/03, inclui a divulgação da inflação ao produtor (PPI) e as vendas no varejo dos Estados Unidos, ambos às 9h30). São dados importantes para entender se a economia americana está robusta o suficiente para aguentar uma crise, caso ocorra.

No Brasil, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reúne com presidente da Petrobras, Jean Paul Prates (9h). Entre os balanços, destaques aos números de Taesa e Yduqs.

No exterior

Investidores ainda estão cautelosos após o colapso de dois bancos regionais nos EUA. Mas a diretora do Fed Michelle Bowman garantiu ontem a “resiliência” do sistema bancário e ressaltou que os bancos, no geral, dispõem de forte posição de capital e liquidez.

Na Europa, os papéis do Credit Suisse chegaram a cair perto 20% na Bolsa de Zurique. O banco suíço passa por dificuldades e seu principal acionista, o Saudi National Bank (SNB), descartou oferecer mais assistência financeira. O banco admitiu “debilidades significativas no balanço em nota para investidores.

Embora o Credit seja o caso mais extremo, outros bancos europeus com situação similar também registram perdas em seus papéis (Deutsche Bank, UBS, etc.), apontam analistas da corretora Guide, em relatório.

+ Focus: projeção de inflação avança e se aproxima de 6% em 2023

Na China, indicadores da indústria e varejo mostraram recuperação no primeiro bimestre deste ano, mas em ritmo mais fraco do que o esperado. O banco central do país deixou taxas de juros inalteradas hoje, sugerindo que suas principais taxas de referência continuarão intocadas na próxima semana.

As bolsas asiáticas fecharam em alta nesta quarta-feira, à medida que ações de bancos em Wall Street se recuperaram ontem em meio a expectativas de que riscos de contágio do Silicon Valley Bank (SVB) e do Signature Bank tenham sido contidos.

Liderando o movimento, o Hang Seng avançou 1,52% em Hong Kong, enquanto o sul-coreano Kospi subiu 1,31% em Seul, o japonês Nikkei teve alta marginal de 0,03% em Tóquio, e o Taiex mostrou leve valorização de 0,18% em Taiwan. Na China continental, o dia foi de ganhos moderados: o Xangai Composto subiu 0,55%.

No Brasil

A cautela no exterior tende a afetar o Ibovespa nesta quarta-feira de agenda local mais esvaziada.

No radar está a reunião que o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, deve fazer com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ainda esta semana para apresentar o arcabouço fiscal.

O Ibovespa teve ontem mais uma sessão de perdas pautada pelo mesmo cenário do primeiro dia desta semana: a cautela após a falência de dois bancos regionais nos Estados Unidos. Acompanhe mais no Morning Call Safra:

*Com informações da Agência Estado

Para saber ainda mais sobre investimentos e educação financeira, não deixe de visitar o Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias