Mercado

Mercado hoje: investidores monitoram PMI no Brasil e ata do Fed

PMIs de serviços da China, do Japão, da Europa e dados da indústria americana também fazem parte da agenda do dia

Números sendo mostrados em uma tela
Os pontos da bolsa ajudam o investidor a tomar decisões, servindo como referência para as carteiras. Foto: Adobe Stock

Por Redação B3 Bora Investir

PMIs de serviços da China, do Japão e da Europa, além de dados da indústria americana e ata do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) são destaques no exterior.

No Brasil, o foco fica no impasse em torno da agenda econômica do governo e no índice PMI da S&P Global.

No exterior

Na volta de Wall Street do feriado, sinais de desaceleração na China, no Japão e na Europa geram cautela nos mercados, à medida que tendem a elevar os riscos de uma recessão mundial. Essa possibilidade pode reforçar a expectativa de juros elevados por tempo indeterminado, dado que a inflação segue elevada. Por isso, merecerá atenção a ata do Fed.

Hoje, pesquisas mostraram que o setor de serviços está se expandindo em ritmo mais fraco na China e no Japão, ainda que os resultados tenham ficado na faixa de 50, que é indicativo de expansão.

Já na zona do euro, os sinais são de contração. O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto caiu a 49,9 em junho (de 52,8 em maio), enquanto o PPI anual do bloco caiu 1,5% em maio (previsão: -1,4%). No Reino Unido, o PMI atingiu 53,7 no mês passado (de 55,2), o menor nível em quatro meses.

No Brasil

A cautela internacional deve se somar às incertezas domésticas em relação à pauta econômica e provocar desconforto nos investidores. Neste sentido, os ativos podem ter mais espaço para realização de lucros, como ocorreu na véspera. Contudo, a liquidez tende a aumentar com a abertura de Nova York hoje, após feriado.

Em meio ao impasse ontem, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e os líderes partidários consideram adiantar a votação da reforma tributária para antes do projeto de lei que retoma o “voto de qualidade” no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf).

Lira diz estar convencido de que o texto da reforma tributária pode ser votado até sexta-feira. Mas a tarefa não deve ser fácil. Diante da pressão dos governadores, o relator da reforma tributária na Câmara, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), sinalizou que pode alterar pelo menos três pontos no seu relatório.

*Com informações da Agência Estado

Quer saber como os investimentos são tributados? Confira este curso gratuito oferecido pela B3

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias