Organizar as contas

4 estratégias para fazer seu salário render mais

Conhecimento e disciplina podem te ajudar a realizar esse feito. Saiba como

Salário, dinheiro. Foto: Pixabay
Refletir, literalmente colocar no papel e entender quais são os seus é um passo importante para a mudança de comportamento. Foto: Pixabay

Por João Paulo dos Santos

As sucessivas altas da inflação vêm corroendo o poder de compra do brasileiro nos últimos anos. Por isso, descobrir maneiras de fazer o salário render mais é imprescindível, embora não haja mágica.

Segundo a educadora financeira, Mila Gaudêncio, há estratégias que possibilitam um melhor aproveitamento do salário. A especialista afirma que anotar todos os gastos ou ter uma planilha de controle ainda não é suficiente para ter uma vida financeira saudável.

 “Se conseguirmos colocar em prática estas quatro estratégias, conseguiremos equilibrar as três versões que temos em nós e orientam nosso comportamento: o eu do passado, do presente e do futuro”, acredita Mila.

Confira as dicas!

Autoconhecimento

A maioria das nossas decisões financeiras estão ligadas às emoções. Identificar gatilhos que nos ajudam e nos prejudicam na nossa relação com o dinheiro é o primeiro passo. 

“É notável que coragem e determinação são padrões positivos, enquanto o medo (de tirar um projeto do papel que pode trazer mais dinheiro) e a impulsividade (tomar decisão sem pensar) são os negativos que frequentemente se manifestam”, comenta Gaudêncio. 

Refletir, literalmente colocar no papel e entender quais são os seus é um passo importante para a mudança de comportamento.

+ 5 planilhas de gastos pessoais gratuitas para organizar o orçamento

Comportamento e Organização

O segundo passo é entender as razões de tomar atitudes em relação ao dinheiro e quais são os sentimentos que causam tal ação. Pode ser um relacionamento amoroso, problemas no trabalho ou mesmo amizades influentes. Quando fazemos isso, ativamos uma área do cérebro que ajuda a filtrar as coisas. 

“É como mandar um sinal para o cérebro para que ele me avise sobre o que é importante para mim. Deste jeito, reconheço um padrão e se torna mais fácil saber para onde vai o meu comportamento”, destaca.

Não é sobre anotar seus gastos, mas planejá-los. Lançar as receitas, despesas e investimentos para todo o ano. Essa postura ajuda a conhecer o seu custo de vida mensal. 

“Se só anotamos os gastos que tivemos no passado, é como se tivéssemos dirigindo olhando só para o retrovisor. E pode causar um acidente. Por isso, relaciono esta etapa a uma bússola financeira, já que ela ajuda a nos guiar em uma direção melhor”, explica a especialista.

Crie e especifique metas financeiras para entender o motivo que te estimula a guardar dinheiro. “Se você não souber de que maneira utilizar esse curso, você vai querer gastá-lo”, diz Mila. 

Também faz parte desta etapa criar mecanismos que me ajudem a economizar, seja com a economia ao usar gasolina, a criação de uma festa legal e mais em conta ou com o corte de gastos supérfluos.

Salário controlado; é hora de investir

Após conseguir fazer o salário render, é hora de pensar adiante. O primeiro passo é montar uma reserva de emergência, que poderá auxiliar, caso gastos urgentes e necessários apareçam. 

Em seguida é hora de botar o dinheiro para multiplicar. Para começar a investir é necessário primeiramente descobrir seu perfil de investidor e definir objetivos. Assim, você terá um caminho mais claro para seguir.

+  Como começar a investir? Cinco passos para se tornar um investidor

Para saber ainda mais sobre investimentos e educação financeira, não deixe de visitar o Hub de Educação da B3 e conferir o curso ‘Como organizar suas finanças’.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias