Tesouro direto

Tesouro Renda+ atinge R$ 60 milhões de aplicações na primeira semana

Valor representa 12,6% das vendas de títulos do Tesouro Direto. 7,6 mil brasileiros aplicaram na nova modalidade - criada como opção para aposentadoria

Homem digitando em notebook
No Renda+ o cliente pode escolher a data que vai começar a receber até 20 anos de renda complementar.

Por Redação B3 Bora Investir

O Renda+, novo título do Tesouro Direto criado para complementar a aposentadoria dos brasileiros, registrou R$ 60,03 milhões de compras na sua primeira semana de negociação (30 de janeiro e 3 de fevereiro). Esse valor representa 12,64% do total das vendas de todos os títulos do Tesouro no período, que foi de R$ 475 milhões.

Os títulos foram comprados por 7.675 investidores no período, uma média de R$ 7.821 por pessoa. O secretário do Tesouro Nacional, Rogério Ceron, considerou o resultado da primeira semana um “extremo sucesso”.

“Vamos continuar trabalhando e investindo no produto para potencializar ainda mais esse crescimento e ajudar mais famílias a perceberem os benefícios que a poupança de alguma parcela da renda pode gerar no futuro”, afirmou.

Os papeis do Renda+ mais negociados foram o Tesouro Renda+ Aposentadoria Extra 2030, com R$ 24 milhões em compras liquidadas (40,12%), seguido pelo Tesouro Renda+ Aposentadoria Extra 2035, com R$ 10 milhões (16,69%), e pelo Tesouro Renda+ Aposentadoria Extra 2045, com R$ 8,28 milhões (13,79%).

DISTRIBUIÇÃO DE COMPRAS DO TESOURO RENDA+

Título por vencimentoTotal de Compras
Renda+ Aposentadoria Extra 2030R$ 24.085.539,94
Renda+ Aposentadoria Extra 2035R$ 10.020.961,72
Renda+ Aposentadoria Extra 2040R$ 6.205.726,18
Renda+ Aposentadoria Extra 2045R$ 8.276.715,36
Renda+ Aposentadoria Extra 2050R$ 3.590.497,56
Renda+ Aposentadoria Extra 2055R$ 1.365.046,61
Renda+ Aposentadoria Extra 2060R$ 946.137,34
Renda+ Aposentadoria Extra 2065R$ 5.542.085,44
Fonte: Tesouro Direto

O que é o Tesouro Renda+?

O Tesouro Renda+ foi lançado pelo Tesouro Nacional em parceria com a Bolsa do Brasil (B3) e com a extinta Secretaria de Previdência (SPREV).

Ele permite que o investidor planeje uma data para a sua aposentadoria e receba uma renda extra mensal por 20 anos. Esse valor, proporcionado pelo acúmulo de títulos, será corrigido mensalmente pela inflação, garantindo assim o poder de compra. O aporte inicial é de cerca de R$ 30 e o período de acumulação de capital varia entre 7 e 42 anos.

A taxa de custódia será isenta para quem carregar o investimento por todo o período de vida do título, até o limite de seis salários-mínimos de renda mensal.  O investidor que realizar o resgate antecipado, no período inferior a 10 anos, pagará taxa sobre o valor de resgate de 0,50% ao ano. Entre 10 e 20 anos, 0,20% a.a. e acima de 20 anos, 0,10% a.a. Não há cobranças de taxas semestrais.

Em entrevista no início do mês ao B3 Bora Investir, o secretário do Tesouro Nacional, afirmou que o Tesouro Direto precisa ser tão conhecido e usado quanto a poupança.

Quer saber mais sobre finanças e investimentos? Acesse os conteúdos gratuitos do Hub de Educação Financeira da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias