Tipos de investimentos

Tesouro Renda +: conheça o novo título do Tesouro Direto

Aplicação de longo prazo objetiva aposentadoria e poderá ser adquirido via PIX

Idosa segurando cédulas de cem reais
O valor investido no Tesouro RendA+ Aposentadoria Extra será sempre devolvido em 240 prestações mensais. Foto: Adobe Stock

 O Tesouro Direto anunciou no dia 27/12/2022, a criação de um novo título público. Trata-se do Tesouro Renda +, uma aplicação de longo prazo que funcionará como complemento à previdência social. Isso acontecerá por meio do pagamento de amortizações que se estenderão por até vinte anos. O título estará disponível para aquisição a partir do dia 30 de janeiro de 2023.  

Em conversa com o B3 Bora Investir, o secretário do Tesouro Nacional, Paulo Valle, deu mais detalhes sobre a nova opção de investimento:

“O objetivo do Tesouro Renda + é criar uma cultura de acumulação no Brasil. O que acontece hoje são pessoas que só depois dos quarenta anos despertam para a necessidade de ter uma reserva de aposentadoria. Com o Renda + será possível que alguém de dezoito anos, em seu primeiro emprego, já comece a investir para planejar sua saída do mercado de trabalho”, afirma o secretário.

Como o Tesouro Renda + vai funcionar?

Por se tratar de um investimento de longo prazo, espera-se que o investidor dedique ao Tesouro Renda + aportes mensais de valores baixos, mas que a rotina de aplicações seja mantida por muito tempo, de maneira que tenha um retorno considerável quando o pagamento das amortizações começarem.

A data de conversão, isso é, quando começa o pagamento das amortizações, será acordada no momento da aquisição do título. Ao todo, serão oito opções de datas. Elas começarão em 2030 e seguirão em intervalos de cinco anos até 2065, conforme a tabela abaixo:

Novo TítuloVencimento
Renda+ 203015/01/2030
Renda+ 203515/01/2035
Renda+ 204015/01/2040
Renda+ 204515/01/2045
Renda+ 205015/01/2050
Renda+ 205515/01/2055
Renda+ 206015/01/2060
Renda+ 206515/01/2065

O Tesouro Renda + é recomendado para quem?

De acordo com Paulo Valle, “a criação do Tesouro Renda + vai ao encontro das questões levantadas pela reforma da previdência e pelo envelhecimento da população brasileira. O Tesouro Renda + não pretende substituir o INSS, mas ser um complemento para que o trabalhador mantenha o seu poder de compra depois de se aposentar“.

+ Aposentadoria: guia completo para você se planejar

É justamente para manter o poder de compra do investidor que o Tesouro Renda+ será um título cujas amortizações serão corrigidas pela variação do IPCA, o índice oficial da inflação. Assim como em outros títulos do Tesouro Direto, será possível começar a investir com aproximadamente R$ 30.

Além disso, após uma carência aplicada no período inicial do investimento, 60 dias, O Tesouro Renda + passa a ter liquidez diária.

É possível simular um investimento no Tesouro Renda +?

Por meio do simulador do Tesouro Direto será possível que o investidor visualize a aplicação de longo prazo no novo título. A ferramenta traçará dois cenários: quando se objetiva resgatar o dinheiro e qual é a renda pretendida.

O Tesouro Renda + terá taxas e tributação?

Como forma de tornar o investimento acessível e competitivo ante os fundos de previdência privada, o Tesouro Renda + não terá taxa de administração. Já a taxa de custódia poderá chegar a zero se o papel for mantido pelo investidor até o vencimento.

+ Posso vender um título do tesouro nacional antes do vencimento?

Já o investidor que decidir fazer o resgate antecipado, terá que pagar taxa sobre o valor de resgate, conforme a tabela:

Prazo até saída (anos)Taxa sobre valor de resgate (a.a)
0 a 100,50%
10 a 200,20%
Acima de 200,10%
Vencimento 0%

Quanto ao Imposto de Renda, o novo título público seguirá a tabela regressiva que acompanha outras aplicações do Tesouro Direto, sendo 15% a alíquota mais baixa.

No início do mês de dezembro, o Tesouro Direto lançou o Cad&Pag, fusão do cadastro simplificado do site do TD e o método de pagamento PIX. Com isso, ficou mais fácil a investidores pessoa física adquirir títulos públicos. A novidade também funcionará com o Tesouro Renda +.

20 anos de Tesouro Direto

O lançamento do Tesouro Renda + também marca os vinte anos de existência do Tesouro Direto. Ao fazer um balanço das duas décadas de operações, Paulo Valle destaca o papel importante do Tesouro Nacional para democratizar os investimentos.

“Com o Tesouro Nacional, houve um aumento das opções de prazos de resgate e dos indexadores. O programa também tem um papel importante para a educação financeira da população, já que ajuda a esclarecer o funcionamento da dívida pública ao cidadão comum”, afirma Paulo Valle.

O portal do Tesouro Direto é hoje o site mais acessado do Governo Federal. Além do simulador de investimento, também oferece notícias e conteúdos de educação financeira.

+ Selic em 13,75%: quais as expectativas para a taxa básica de juros em 2023?

Segundo o último relatório divulgado pelo Tesouro Nacional, o estoque de investimentos atingiu R$ 102,98 bilhões em novembro. Já o número de investidores ativos alcançou 2,1 milhões, aumento de 21,6% em doze meses.Quer saber como funciona e como investir no TD e outros produtos de renda fixa? Acesse os conteúdos de finanças pessoais do Hub de Educação Financeira da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias