Ações

5 ações que pagam dividendos mensais e como escolher a melhor para você

Empresas consolidadas de setores como utilities, bancos, telecomunicações e energia geralmente têm um histórico consistente de distribuição de dividendos

Mão segurando notas de cem reais
a Inteligência Financeira foi atrás de quem entende do assunto para esclarecer. Foto: Adobe Stock

Élida Oliveira, especial para o Bora Investir

Investir em ações que pagam dividendos mensais é uma das estratégias para ter renda passiva e ver seu dinheiro trabalhando por você. É uma opção para quem busca uma fonte de renda extra. Assim, todos os meses, o investidor recebe uma parte do lucro líquido da empresa da qual é acionista.

Empresas que pagam dividendos periodicamente costumam ser bem consolidadas em suas áreas, porque têm geração de caixa constante. Por isso, ações que pagam dividendos muitas vezes têm perfil mais defensivo, oscilando menos que o mercado. 

Alguns exemplos são as empresas de setores como utilities, bancos, telecomunicações e energia, que geralmente têm um histórico consistente de distribuição de lucros aos acionistas, segundo Melissa Angelini, diretora de RI (Relações com os Investidores) e membro do conselho do IBRI (Instituto Brasileiro de Relações com Investidores).

5 ações que pagam dividendos mensais

A lista abaixo, feita por Angelini, traz cinco exemplos de ações que pagam dividendos mensais, a título de exemplificação, mostrando opções em diferentes setores da economia. 

  • Holding JHSF (JHSF3) – Voltada à construção e exploração de shoppings centers, entre outros setores, a companhia aprovou para 2024 o pagamento de proventos que equivalem a R$ 0,0373 por ação. 
  • Banco Itaú (ITUB3, ITUB4) – A instituição financeira anunciou, este ano, pagamento de R$ 0,017 por ação, para todas as ações que tinham sido adquiridas em janeiro. 
  • Banco Bradesco (BBDC3, BBDC4) – O banco anunciou o pagamento mensal de R$ 0,017249826 por ação ordinária (BBDC3) e R$ 0,018974809 por ação preferencial (BBDC4). 
  • Petrobras (PETR3) – A instituição anunciou os pagamentos de março, no valor de R$ 0,2739295 por ação. 
  • Banco Banestes (BEES3) – O Banco do Estado do Espírito Santo anunciou os pagamentos de proventos mensais no valor de R$ 0,0227910950 por ação.

Como escolher ações?

Todas as empresas listadas na Bolsa de Valores devem distribuir parte dos seus lucros aos acionistas, conforme determina a Lei das S/As, mas nem todas o fazem na forma de dividendos. Algumas empresas adotam o pagamento de JCP (Juros sobre Capital Próprio). E outras, ainda, o fazem das duas formas simultaneamente, explica Júlia Aquino, analista da Rico Investimentos. 

O percentual dessa distribuição é definido no estatuto das empresas, mas a maioria adota a cota de 25%. “Por isso, se você tem ações na sua carteira, é importante acompanhar avisos aos acionistas publicados nos sites de RI (Relação com os Investidores) das empresas — é por lá que você fica sabendo se a companhia vai pagar dividendos, de qual valor e quando”, afirma Aquino.

Para escolher o melhor papel, o investidor não deve levar em conta somente o dividendo pago, aconselha Aquino. Então, mantenha a emoção de lado e avalie as ações de dividendos da mesma forma que avalia qualquer investimento: entenda bem o que e como a empresa faz, se mantenha atualizado sobre o que vem acontecendo tanto com ela quanto com o setor e o mercado em geral. 

Além disso, montar uma carteira de renda passiva tendo como estratégia apenas o pagamento de dividendos de empresas não é a opção mais interessante, segundo Aquino. “Alterações na política, turbulências no negócio, lucro menor que o esperado: tudo isso impacta no valor que você vai receber, e pode prejudicar seu planejamento financeiro”, afirma a analista.

“Sempre pese os riscos, como a volatilidade do preço das ações, a liquidez e os riscos associados ao negócio e ao cenário macro antes de investir. Pagar dividendos pode ser atrativo, mas não deve ser o único critério de escolha”, afirma Aquino, da Rico.

A orientação é sempre pesquisar as opções que melhor se adequem à estratégia de construção de carteira do investidor.

Para multiplicar sua rentabilidade, a dica é reinvestir os dividendos que caem na conta. “Com aportes periódicos e uma ajudinha dos juros compostos, reinvestir o dinheiro (no lugar de gastar) ajuda a alavancar seus ganhos a longo prazo”, diz Aquino. 

E, se você reinvestir comprando mais ações da companhia – ou seja, aumentando sua participação como acionista – você terá direito a uma parcela ainda maior dos lucros no próximo pagamento de dividendos.

Quer saber mais sobre como funciona o mercado de ações? Confira esse curso online e gratuito!

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias