ESG

Braskem é excluída do ISE B3. Entenda o que é esse índice de sustentabilidade

O índice reúne as empresas com melhores práticas de sustentabilidade ambiental, social e de governança listadas na bolsa brasileira

Braskem foi excluída do ISE B3. Entenda
Foto: Braskem

Por Redação B3 Bora Investir

Nesta terça-feira, 5/12, a B3 anunciou a exclusão da Braskem do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE). A decisão foi tomada em razão do agravamento da situação em uma mina da companhia em Maceió. A capital do Alagoas decretou emergência pelo risco de colapso do solo na região. De acordo com o último boletim divulgado pela Defesa Civil de Maceió, o deslocamento vertical acumulado da mina é de 1,80 metro.

Mas você sabe o que é o ISE B3? Confira abaixo perguntas e respostas sobre o índice.

O que é o Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3?

O ISE B3 é o principal índice ligado ao ESG (boas práticas ambientais, sociais e de governança) da bolsa brasileira. Ele reflete o desempenho médio das cotações dos ativos de empresas selecionadas pelo seu comprometimento com os aspectos ambiental, social e de governança corporativa.

Conheça os 10 principais índices da bolsa do Brasil

Criado em 2005, o indicador foi o quarto índice de sustentabilidade do mundo e o primeiro da América Latina. O processo de gestão do índice conta com o apoio técnico da ABC Associados, asseguração de terceira parte da KPMG e parceria para o monitoramento de mídia pela RepRisk.

Por que o índice foi criado?

O objetivo do ISE B3 é apoiar investidores que buscam alocar seus recursos nas empresas que adotam as melhores práticas de sustentabilidade listadas na bolsa brasileira.

Finanças sustentáveis: o que são e quais investimentos fazem parte

Segundo a B3, o indicador se destaca pelo desempenho histórico acima de outros índices e serve também como indutor de boas práticas empresariais.

Quais empresas podem entrar no ISE B3?

Para que uma empresa seja elegível ao índice de sustentabilidade, é preciso cumprir alguns requisitos:

1. Suas ações precisam estar entre as 200 primeiras posições do Índice de Negociabilidade (IN) no período de vigência das três carteiras anteriores.

2. Devem ter presença em pelo menos 50% dos pregões no período de vigência das três carteiras anteriores.

3. Não podem ser classificadas como “Penny Stock”.

Além disso, não podem ser incluídas no ISE B3 BDRs e ativos de companhias em recuperação judicial ou extrajudicial, regime especial de administração temporária, intervenção ou que sejam negociados em qualquer outra situação especial de listagem.

Investimentos ESG: conheça os índices de governança da bolsa

Se quiserem entrar no ISE, as empresas que se encaixam nesses critérios anteriores precisam responder questionários e participar de um processo seletivo, que reúne avaliações qualitativas, quantitativas, e uma métrica de risco reputacional, feito pelo RepRisk.

Quais empresas estão no ISE B3?

Com a exclusão da Braskem, em 8/12/2023, a carteira em vigor passa a ter 66 ações:

Empresas que integram o ISE B3
AerisCTEEPMovida
AES Brasil EnergiaDexcoMRV
Aliansce SonaeDiagnósticos da AméricaNatura
AmbevEcorodoviasNeoenergia
AmbiparEletrobrásRaia Drogasil
ArezzoEnevaRaízen
AzulEngieRede D’or
B3 S.A.FleuryRumo
Banco do BrasilGafisaSanepar
Banco PanGrendeneSantander
BradescoGuararapesSantos Brasil
BRFHyperaSendas
BTG PactualIochpe MaxionSimpar
CCRIrani Papel e EmbalagemSLC Agrícola
CemigItaú UnibancoSuzano
Cia Brasileira de AlumínioItausaTelefônica
Cia Brasileira de DistribuiçãoKlabinTim
CieloLojas RennerUsiminas
Cogna EducaçãoM. Dias BrancoVamos S.A.
CopelMagazine LuizaVia
CosanMarfrigVibra
CPFLMinervaWeg
Fonte: B3. 05/12/2023

Quais os critérios de exclusão de empresas do ISE B3?

Há 3 regras básicas para a saída dos ativos de companhias listadas do índice atualmente. São elas destinadas a ativos que:

  1. deixarem de atender a qualquer um dos critérios de inclusão; 
  2. durante a vigência da carteira passem a ser listados em situação especial; e
  3. durante a vigência da carteira se envolvam em incidentes que as tornem incompatíveis com os objetivos do ISE B3, conforme critérios estabelecidos na política de gestão de riscos do índice.

Para monitoramento desses incidentes, a B3 utiliza os serviços da RepRisk, um fornecedor internacional de coleta e análise massiva de informações públicas disponíveis online sobre riscos ambientais, sociais e de governança corporativa. Se houver apontamento de um incidente de risco que envolva uma empresa da carteira, a B3 avalia os impactos e providências cabíveis, de acordo com a política de gestão de riscos do índice ISE.

Entre as providências está a exclusão da empresa da carteira, sendo que a mesma não poderá integrar a carteira do índice pelos 2 anos seguintes, contados a partir do primeiro rebalanceamento após sua exclusão.

Quais empresas já foram excluídas do ISE B3?

Em 2023, outras três empresas deixaram de fazer parte do índice: Americanas, Light e EDP. Nos casos de Americanas e Light, isso aconteceu porque as companhias entraram em recuperação judicial. Já a EDP decidiu tirar suas ações da B3.

Em 2016, a Oi também passou por uma exclusão, por ter entrado em situação especial.

+ 6 fatos para entender a crise da Americanas

Quer saber mais sobre investimentos em ESG? Confira o curso gratuito do Hub de Educação da B3!

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.