Mercado

Ibovespa sobe 0,31% mesmo com queda em Petrobras; dólar vai a R$ 4,87

Ibovespa terminou dia em alta mesmo com queda das ações de Petrobras e outras petroleiras; uma teve alta surpreendente

Ibovespa
O Ibovespa é o principal índice de ações da B3, a Bolsa de Valores do Brasil

Por Redação B3 Bora Investir

A bolsa de valores hoje pendeu para a estabilidade durante o pregão. Nesta segunda-feira (8), o Ibovespa ensaiou uma leve correção no início do dia, mas terminou a segunda com alta de 0,31%, aos 132.426,54 pontos. O índice sentiu, de um lado, o impacto negativo das ações das empresas exportadoras de commodities e, do outro, a alta de varejistas.

Assim como o Ibovespa, o dólar também operou o dia com tendência de estabilidade. A moeda norte-americana terminou o pregão de hoje cotada a R$ 4,8702, em queda ligeira de 0,04%. Nesta semana, o cenário externo se volta para dados da balança comercial dos EUA, que devem ser divulgados nesta terça, e para o CPI, o índice de inflação dos EUA, cuja leitura será publicada na quinta-feira.

Antes, na sexta, o Ibovespa fechou em alta de 0,61%, mas recuou 1,61% na primeira semana do ano.

Ibovespa hoje

O Ibovespa hoje operou com um volume financeiro de negociações abaixo da média histórica, parecido com o que foi observado na última semana de 2023. A avaliação é de João Freitas, analista da Toro Investimentos.

Na ponta negativa do índice, as petroleiras tiveram um dia de estresse após a desvalorização do barril da commodity. O contrato futuro da unidade do petróleo Brent para março recuou 2,97%, enquanto o de abril cedeu 3%.

Assim, as ações da Petrobras terminaram o dia em queda. O recuo foi de -1,71% no papel ordinário e de 0,90% na ação preferencial. As ações da PetroReconcavo também cederam 0,90%, enquanto para a Prio, a queda foi menos acentuada, de 0,72%.

Contas externas têm menor déficit para novembro desde 2016

Quem destoou do setor, contudo, foi a 3R Petroleum. O papel da empresa (RRRP3) subiu 4,70%, uma das maiores altas do dia, graças à leitura positiva dos dados de produção de dezembro. No mês passado, a petroleira chegou ao recorde de produção para o ano, com produção de 47 mil barris por dia nos polos em que opera.

Além da 3R Petroleum (RRRP3), o destaque do dia ficou com os setores de varejo e turismo. Os papéis de Azul (AZUL4) e Gol (GOLL4) tiveram altas de 7,66% e 2,75%, respectivamente.

As ações das aéreas avançaram de olho no petróleo, afirma Alexsandro Nishimura, economista-chefe da Nomos Capital. “A alta em Gol (GOLL4) ainda digere os resultados operacionais de tráfego de dezembro, divulgados na sexta-feira” aponta.

Dólar hoje

Simultaneamente, a moeda norte-americana caiu de maneira pouco expressiva frente ao real brasileiro. O dólar teve queda de 0,04%, cotado a R$ 4,8702.

O dólar também registou queda no cenário internacional frente a moedas de países desenvolvidos. O índice DXY, que compara a moeda ao iene, euro e franco suíço, entre outras, cedeu 0,20%, a 102,209 pontos.

Ações em alta na Bolsa de Valores hoje

A ação com maior alta na bolsa de valores hoje foi a preferencial do banco BMG (BMGB4). O papel decolou 18,73% na Bovespa nesta segunda-feira, impulsionado pelo programa de recompra de ações do banco aprovado na sexta-feira (5).

Assim, o banco vai recomprar pelo menos 13.273.760 ações preferenciais de emissão própria, ou o correspondente a 10% dos ativos em circulação. A operação de recompra começa nesta segunda-feira e vai até 2 de julho de 2025.

Confira as cinco principais ações em alta da bolsa de valores hoje. A lista tem o seguinte critério: são consideradas ações da Bovespa que movimentaram um volume de transação de R$ 1 milhão ou mais no pregão. A lista foi atualizada às 18h34.

  1. Banco BMG PN (BMGB4): 18,73%
  2. Enjoei ON (ENJU3): +11,46%
  3. Lojas Quero-Quero ON (LJQQ3): +8,32%
  4. Azul PN (AZUL4): +7,66%
  5. ClearSale ON (CLSA3): +7,65%

Maiores baixas da Bolsa de Valores hoje

Por outro lado, entre as ações em queda, foi o papel de Gafisa quem liderou na ponta negativa da bolsa de valores nesta segunda-feira. A ação (GFSA3) caiu -4,52%.

Confira as principais ações em queda na bolsa. A lista segue o mesmo critério do ranking de principais altas.

  1. Gafisa ON (GFSA3): -4,52%
  2. Enauta ON (ENAT3): -2,63%
  3. TC ON (TRAD3): -2,38%
  4. Embpar ON (EPAR3): -2,33%
  5. Terra Santa ON (LAND3): -1,92%

Bolsas de Nova York

As bolsas de Nova York encerraram o pregão em alta nesta segunda-feira (8). O alívio nos juros dos Treasuries ajudou o Nasdaq a subir 2%, enquanto o tombo de 8% da Boeing limitou os ganhos do Dow Jones , diante dos efeitos da suspensão das aeronaves 737 Max-9 nos Estados Unidos após um incidente na última sexta-feira (5).

No fechamento, o índice Dow Jones subiu 0,58%, a 37.683,01 pontos; o S&P 500 avançou 1,41%, a 4.763,54 pontos; e o Nasdaq ganhou 2,20%, a 14.843,77 pontos.

Bolsas da Europa

Assim como nos EUA e no Brasil, as bolsas da Europa fecharam em alta nesta segunda-feira (8) com recuperação na reta final do pregão em meio ao renovado ímpeto em Wall Street. A confiança de que os principais bancos centrais do mundo cortarão juros ajudou a mitigar os efeitos do tombo do petróleo.

O índice FTSE 100, de Londres, encerrou com ganho de 0,06%, aos 7.694,19 pontos, na máxima do dia. Neste cenário, o índice CAC 40, de Paris, avançou 0,40%, a 7.450,24 pontos.

Entre outras praças, o índice DAX subiu 0,74% em Frankfurt, aos 16.716,47 pontos, máxima do pregão. Em Milão, o FTSE MIB ganhou 0,42%, aos 30.569,92 pontos, enquanto o Ibex 35, de Madri, se elevou 0,44%, a 10.208,93 pontos.

Por fim, a exceção entre as bolsas europeias foi o PSI 20, de Lisboa, que caiu 0,85%, aos 6.478,25 pontos.

Gostou desse conteúdo e quer saber mais sobre investimentos? Faça os cursos gratuitos no Hub de Educação Financeira da B3!

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias