Mercado

Mercados financeiros hoje: redução do preço da gasolina fica no radar, em meio à alta de mais de 1% do petróleo

No exterior, mercados ainda focam nos sinais sobre a trajetória de juros nos EUA

Bomba abastece carro em posto. de combustível
Combustíveis têm bastante peso na inflação. Foto: José Cruz/Agência Brasil

Por Redação B3 Bora Investir

O destaque local desta sexta-feira, 20/10, é a redução dos preços da gasolina pela Petrobras a partir deste sábado (21/10). Na agenda, será divulgado o IBC-Br de agosto. A 12 dias da decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed), os mercados ficam atentos lá fora aos discursos dos dirigentes Patrick Harker (Filadélfia) e Loretta Mester (Cleveland).

No exterior, foco se mantém nos juros nos EUA

O petróleo segue em alta firme, de mais de 1%, mas os rendimentos dos Treasuries recuam, após os longos terem renovado ontem máximas desde 2007 em meio à expectativa de que o Fed mantenha juros em sua reunião de novembro, daqui a 12 dias.

Ontem, o presidente do Fed, Jerome Powell, disse que a inflação nos EUA segue muito alta e provavelmente exigirá crescimento econômico menor, deixando aberta a possibilidade de que os juros americanos voltem a ser elevados mais adiante, após a manutenção das taxas no mês passado.

O presidente do Fed de Filadélfia, Patrick Harker, reforçou ontem que os EUA estão em um momento em que é possível deixar os juros no nível atual. Os futuros de NY caem levemente, mas na Europa a queda das bolsas supera 1% em Paris e Frankfurt.

Mais cedo, foi divulgado que o índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) da Alemanha caiu 14,7% em setembro, mais do que a estimativa de queda de 14,2%. No Reino Unido, as vendas no varejo caíram 0,9% em setembro ante agosto, bem pior do que a expectativa de analistas de -0,1%.

No Brasil, mercado reage à redução do preço da gasolina

A curva de juros deve se ajustar em baixa à redução dos preços da gasolina, em meio também ao recuo dos rendimentos dos Treasuries. O mercado deve revisar suas projeções para IPCA e pode também ajustar as apostas para o total de cortes da Selic, embora um corte de 50 pontos-base daqui a duas semanas já esteja bem precificado.

O anúncio da redução impacta também as ações da Petrobras, que devem subir, impulsionadas ainda pelo avanço de mais de 1% do petróleo. O IBC-Br tende a ficar em segundo plano, embora o recuo esperado de 0,60% em agosto, após alta de 0,44% em julho, também seja fator para alívio nas taxas.

*Agência Estado

Para saber ainda mais sobre investimentos e educação financeira, não deixe de visitar os cursos do Hub de Educação da B3Este é para quem quer aprender a investir em ETFs.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.