Ações

Ações: 5 respostas às principais perguntas feitas ao Google

O Google elencou as 5 perguntas mais frequentes feitas por seus usuários sobre a modalidade de investimento e o Bora Investir resolveu respondê-las. Confira!

Mulher e gráfico de ações; Foto: Rawpixel
Mulher e gráfico de ações; Foto: Rawpixel

Por Redação B3 Bora Investir

Inflação mais baixa, revisão do PIB para cima e aprovação do arcabouço fiscal na Câmara. Esse cenário leva à crença de que o Comitê de Política Monetária (Copom) vai iniciar a redução da taxa básica de juros, a Selic, a partir da reunião de agosto ou setembro.

O início de queda do ciclo da Selic incentiva o aumento da porção da carteira de investimentos alocada na renda variável, bem como o investimento em ações.

+ Renda variável: 7 respostas às principais perguntas feitas para o Google

Tem dúvidas sobre o que são ações e como investir nesta classe de ativos? O Google elencou as 5 perguntas entre as mais buscadas por seus usuários sobre o tema e o Bora Investir resolveu respondê-las. Confira!

1. O que é bolsa de valores?

A bolsa de valores é mais do que um lugar para compra e venda de ações de empresas de capital aberto: é um espaço para a negociação de diversos ativos financeiros, os chamados valores mobiliários.

É na Bolsa de Valores do Brasil, a B3, que investidores, entidades e pessoas físicas se encontram para fazer operações de mais de 400 ações de empresas do país e do exterior, títulos de renda fixa, fundos imobiliários, derivativos, taxas de juros, commodities e até créditos de descarbonização.

A B3 também é responsável por administrar todo o sistema de registro, depósito, negociação, compensação e liquidação das operações, além de oferecer produtos e serviços para análise e aprovação de crédito. Os serviços são oferecidos por meios digitais a partir de sua base, localizada em São Paulo.

2. O que é BOVA11?

O BOVA11 é um fundo de índice (ETF) que busca acompanhar a variação do índice Ibovespa B3. BOVA11 é o código para você encontrar o fundo na corretora.

Por ser uma cesta representativa das ações mais negociadas, muitos produtos financeiros têm como objetivo simular a carteira do Ibovespa B3 para que o resultado do investidor espelhe a variação do índice.

+ Conheça os 20 ETFs que mais valorizaram na bolsa em 2023

É o caso de oito ETFs, entre eles o BOVA11, que é o maior fundo de índice do mercado e foi lançado em novembro de 2008.

Ou seja, ao investir no BOVA11 você investe, em uma única vez, em ações das maiores empresas do principal índice da bolsa.

3. O que são ações?

Uma ação é a menor parcela do capital social de companhias ou sociedades anônimas. É, portanto, um ativo financeiro que dá aos seus titulares, os chamados acionistas, os direitos e deveres de um sócio.

Em outras palavras, ao comprar ações, os investidores compram um pedaço – ainda que pequeno – de uma empresa.

Dependendo do tipo e da quantidade de ações, você pode contribuir com as decisões da empresa, votando nas assembleias.

4. Onde comprar ações?

A corretora é a instituição financeira que faz o intermédio das negociações de renda variável. Além de oferecer orientação de investimentos e publicar relatórios informativos aos clientes, também disponibiliza um sistema que permite a negociação online dos papéis, o Home Broker.

Veja como comprar ações com o Bora Investir em 6 passos!

O home broker é uma plataforma digital em que o investidor vende e compra as ações desejadas. Ele pode ser personalizado – ter uma aparência e ferramentas próprias da corretora que o disponibiliza – ou seguir um padrão. Confira o curso gratuito sobre como operar o Home Broker.

5. O que é ETF bolsa?

O fundo de índice (ETF) é um “condomínio” de investidores que tem duas características básicas que o diferenciam dos demais fundos de investimento: 

1) Estão atrelados a algum índice de referência. No caso de um fundo referenciado no Ibovespa B3, por exemplo, o gestor ajusta a composição de maneira a espelhar os papéis e a proporção do principal índice da bolsa de valores. Há também ETFs referenciados por índices de renda fixa, como o IMA-B, de títulos públicos atrelados à inflação (IPCA). É possível, ainda, investir em uma cesta de criptomoedas como bitcoins ou ethereum. Como a função dos ETFs é reproduzir um índice, numa gestão passiva, a taxa de administração costuma ser menor do que a de outros fundos de investimento;

2) As cotas são negociadas na bolsa como se fossem ações, portanto, respondem à lei da oferta e demanda – a cota de um ETF com bom desempenho terá maior procura e seu preço subirá, por exemplo. A possibilidade de comprar e vender cotas a qualquer momento, como se fossem ações, dá mais flexibilidade ao investidor. Outra vantagem é que não há um investimento mínimo: é possível comprar uma cota só de um ETF. 

A aplicação pode ser uma opção para quem tem menos tolerância ao risco. Isso porque há uma diversificação maior nos investimentos, que tende a suavizar as oscilações. Outra opção é BDR de ETF, isto é, ETFs que seguem a performance de índices gerados por bolsas do exterior.

Veja também: Curso Gratuito Minha Primeira Ação: material voltado para investidores iniciantes e curado pela B3

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.