Ações

Tem R$ 5 para investir? Conheça as ações do Ibovespa que custam menos que isso

Levantamento do TradeMap para o Bora Investir traz as ações de baixo custo para quem pode investir com pouco dinheiro; confira

Foto: Pixabay
O Ibovespa é o principal índice de ações da B3, a Bolsa de Valores do Brasil. Foto: Pixabay

Por João Paulo dos Santos

Para quem quer investir em ações na bolsa de valores brasileira, a B3, não há um valor mínimo a ser aportado. Assim, os investidores podem buscar opções de baixo custo se decidirem por começar a aportar com menos dinheiro.

Há diversas oportunidades de ativos com baixo custo para se tornar acionista de empresas listadas na bolsa, porém, é importante ressaltar que preço baixo não significa ação barata, já que cada papel deve ser analisado em sua especificidade (confira mais a seguir)

Em levantamento feito pelo TradeMap para o Bora Investir, trouxemos para você as ações que compõem o Ibovespa e que custam menos de R$ 5. Foi tomado como base o preço do papel no fechamento desta quarta-feira, 15/03/2023.

+ Como começar a investir com R$ 1, R$ 10 ou pouco mais de R$ 100

Conheça as ações do Ibovespa que custam menos de R$ 5:

EmpresaCódigoPreço em 15/mar (R$/Ação)Preço máximo em 2023 (R$)Preço mínimo 2023 (R$)Oscilação da ação em 2023 (%)
BANCO PANBPAN44,886,104,88-18,29
CSN MINERAÇÃOCMIN34,865,343,9814,95
ECORODOVIASECOR34,614,863,872,25
QUALICORPQUAL34,526,734,25-24,36
MAGAZINE LUIZAMGLU33,734,532,5439,05
CVCCVCB33,275,142,79-31,63
RAIZENRAIZ42,713,582,62-27,54
HAPVIDAHAPV32,485,151,94-50,39
COGNACOGN32,182,401,957,55
VIAVIIA32,062,621,74-11,67
MELIUZCASH30,901,220,79-12,71
Fonte: TradeMap

Como visto na tabela, no momento de fechamento do pregão do dia 15 de março haviam 11 ações do principal índice da Bolsa do Brasil com o valor abaixo de R$ 5. Destes, cinco já ultrapassaram a marca em 2023, sendo o papel da Qualicorp (QUAL3) o que atingiu maior pico, ao já valer R$ 6,73.

Nos destaques de oscilação do ano, estão as ações de Magazine Luiza (MGLU3) no lado positivo, com alta de 39,05%, a R$ 3,73. Do lado oposto, está a Hapvida (HAPV3), com queda de 50,39%, a R$ 2,48.

Como saber a ação está realmente barata?

Uma ação que custa pouco dinheiro, não é a mesma coisa que uma ação em conta. Isso acontece porque cada papel tem um preço ideal, que é definido por meio de análises dos ativos e de diversos fatores.

Por exemplo, se um ativo custa R$ 4,50, mas segundo análise, ele está com valor acima do ideal para aquela ação, ele pode ser considerado de custo alto para a compra.

Existem dois tipos principais de análise usadas para encontrar o preço ideal das ações e determinar se uma empresa é realmente um bom investimento. Confira a seguir:

Análise fundamentalista

Na análise fundamentalista é feito um estudo aprofundado da empresa, que engloba desde os resultados operacionais e financeiros demonstrados nos balanços trimestrais até outros fatores, como aspectos econômicos e políticos que possam influenciar nos negócios. Assim, o investidor busca entender se determinada companhia tem boas chances de rentabilidade no futuro ou não. E, com isso, consegue ter uma ideia de qual o valor justo de uma ação ou se ela tende a se valorizar ou desvalorizar.

Então, neste caso, o foco é na análise das expectativas para a empresa, o setor e o país, uma avaliação complexa para integrar as perspectivas de médio e longo prazos para aquele determinado papel. Para tanto, é preciso estar atento às notícias e a novidades sobre a companhia e também aos balanços financeiros e dados concorrenciais, além da gestão corporativa, nível de endividamento e panoramas do mercado, governança e contexto político-econômico.

Análise técnica ou gráfica

A análise chamada de técnica ou gráfica é usada por investidores que optam por oportunidades de compras no curto prazo. Certamente esse tipo de avaliação exige muito conhecimento para analisar quedas e elevações por meio de gráficos Candlestick. É usada principalmente por quem faz operações day trade, a estratégia de comprar e vender ações, BDRsETFs, entre outros ativos, no mesmo dia.

Diferentemente, da análise fundamentalista, em que são consideradas características das empresas como saúde contábil, o fluxo de caixa, demonstrações de resultados e qualidade da gestão, na análise técnica, o foco está nas flutuações dos preços. Por meio delas, analistas buscam padrões de volatilidade que possam sugerir a direção do próximo movimento. Em outras palavras, a análise técnica busca identificar o cenário mais provável para determinado ativo.

+ As 20 ações menos voláteis da bolsa nos últimos 12 meses

Para saber ainda mais sobre investimentos e educação financeira, não deixe de visitar o Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.