Tipos de investimentos

Conheça os 10 principais índices da bolsa do Brasil

Conheça os indicadores das mais diversas áreas disponibilizados pela B3 aos investidores

Fachada de empresa Bolsa de Valores
Dentro da B3 os índices são divididos em 5 modalidades.

Você já deve ter ouvido falar do Ibovespa B3. O principal índice da bolsa brasileira é amplamente divulgado nos principais jornais do Brasil, como um dos termômetros da economia nacional.

Porém, ele não é o único índice de ações disponível no Brasil. Assim como ele, todos os outros quase 40 índices listados na bolsa brasileira servem para analisar movimentações na economia sob os mais diferentes pontos de vista.

Dentro da B3 os índices são divididos em 5 modalidades, são: índices amplos, índices de governança, índices de segmentos e setoriais, índices de sustentabilidade e índices em parceria com a S&P Dow Jones.

No site da bolsa você pode conferir todos os índices e suas especificações, mas aqui vamos listar os 10 principais para que você possa conhecer e ficar de olho.

1. Índice Bovespa (Ibovespa B3)

O Ibovespa é o principal indicador de desempenho das ações negociadas na B3 e reúne as empresas mais importantes do mercado de capitais brasileiro. Foi criado em 1968 e de lá para cá consolidou-se como referência para investidores ao redor do mundo.

Reavaliado a cada quatro meses, o índice é composto pelas ações e units de companhias listadas na B3 que correspondem a cerca de 85% do número de negócios e do volume financeiro do nosso mercado de capitais.

2. Índice Brasil 100 (IBrX 100 B3)

O IBrX 100 é o resultado de uma carteira teórica de ativos que reúne as 100 ações e units com maior índice de negociabilidade (IN) da bolsa. Sua intenção é acompanhar os 100 ativos com maior representatividade do mercado de ações brasileiro.

3. Índice Brasil 50 (IBrX 50 B3)

O IBrX 50, como o nome indica, é o resultado de uma carteira teórica de ativos que reúne as 50 ações e units com maior negociabilidade e representatividade no mercado nacional.

4. Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE B3)

OISE B3 é o principal índice ligado ao ESG (boas práticas ambientais, sociais e de governança) na bolsa brasileira. Ele reflete o desempenho médio das cotações dos ativos de empresas selecionadas pelo seu comprometimento com os aspectos ambiental, social e de governança corporativa.

Ele pode ser usado para apoiar os investidores que querem investir em valores ESG e influenciar outras empresas a adotar as melhores práticas de sustentabilidade.

Você Sabia?

O primeiro índice de bolsa brasileira iniciou-se em 1967, o IBV – Índice da Bolsa de Valores do Rio de Janeiro, e serviu de modelo de metodologia do Ibovespa, criado em 1968 e que contou com 18 empresas em sua primeira carteira.

5. Índice Carbono Eficiente – ICO2 B3

Criado em 2010, o ICO2 B3 reúne empresas que decidiram ser transparentes em relação às suas emissões de gases de efeito estufa, já se preparando para uma economia de baixo carbono.

De 2010 a 2019, foram convidadas para participar do processo as companhias integrantes do IBrX 50. A partir de 2020, em um processo de revisão da metodologia, considerando tendências e movimentos mundiais na temática, a B3 passou a convidar as companhias do IBrX 100 para composição das carteiras a partir de 2021.

6. Índice de Ações com Governança Corporativa Diferenciada (IGC B3)

Focado em governança, um dos conceitos importantes do ESG (boas práticas ambientais, sociais e de governança), o IGC B3 é o indicador do desempenho médio das cotações dos ativos de empresas listadas no Novo Mercado ou nos Níveis 1 ou 2 da B3. Esses níveis exigem maior comprometimento e transparência das companhias com a governança corporativa.

7. Índice Small Cap (SMLL B3)

O objetivo do SMLL é ser o indicador do desempenho médio de uma carteira composta por ações de empresas de menor capitalização. Ele é composto pelas ações e units que estão fora da lista do Ibovespa, que representa 85% do valor de mercado de todas as empresas na B3.

8. Índice de Fundos de Investimentos Imobiliários (IFIX B3)

Setor crescente entre os investimentos, os FIIs também têm um índice na B3 para representá-los. O IFIX B3 pretende acompanhar o desempenho médio das cotações dos fundos imobiliários negociados nos mercados de bolsa e de balcão organizado da B3.

9. Índice de Consumo (ICON B3)

O ICON é o resultado de uma carteira teórica que busca ser o indicador do desempenho médio das cotações dos ativos de maior negociabilidade e representatividade dos setores de consumo cíclico (que são bastante afetados por variações econômicas como inflação e juros.

Ex: lazer, vestuário e construção civil), consumo não cíclico (que não são tão afetados pelas variações econômicas, como agropecuária, alimentos essenciais e produtos de higiene) e saúde.

10. Índice Dividendos (IDIV B3)

Objetivo de muitos dos investidores, os dividendos também têm sua participação medida em índice. O objetivo do IDIV é indicar o desempenho médio dos ativos que se destacam na distribuição de remuneração aos investidores, seja sob a forma de dividendos ou juros sobre o capital próprio (JCP).

Esses foram apenas 10 dos principais indicadores da bolsa de valores do Brasil. Para entender mais sobre, você pode acompanhar o posts semanais no edu.br3.com.br ou aqui mesmo no portal da Bora Investir. Fique de olho!

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias