ESG

B3 lança IDIVERSA, índice de ações com foco em gênero e raça

Com 79 ativos de 75 empresas, IDIVERSA B3 mede o desempenho das ações de empresas que se destacam na temática de diversidade

Sede da Bolsa de Valores em São Paulo, com grande telão mostrando as cotações das ações
Situação do arcabouço fiscal impediram que a alta da Petrobras carregasse o índice para desempenhos melhores Foto: Divulgação

Por Marília Almeida

A B3, a Bolsa do Brasil, lança nesta terça-feira, 15/08, o IDIVERSA B3, primeiro índice da América Latina a combinar critérios de gênero e raça para selecionar as empresas que irão compor a sua carteira.

O novo indicador é uma maneira de reconhecer as companhias listadas que se destacam em diversidade, além de promover maior representatividade de grupos sub-representados (gênero feminino, pessoas negras e indígenas) no mercado.

+ Apenas 11% das empresas abertas têm pessoas negras na diretoria e conselho

Com o lançamento, a B3 busca reforçar sua estratégia de liderar a agenda ESG como um impulsionador das melhores práticas, ao mesmo tempo, em que estimula as empresas a progredirem em termos de representatividade.

O índice é o décimo da família de indicadores ESG disponibilizados pela bolsa, que conta, entre outros, com o ISE, índice de sustentabilidade empresarial do mercado brasileiro; o IGPTW, que reúne as melhores empresas para trabalhar; e o ICBIO, que acompanha os preços dos créditos de descarbonização.

Como o IDIVERSA B3 foi elaborado?

O índice foi construído com base em dados públicos disponíveis no Formulário de Referência (FRe), um requisito anual para empresas de capital aberto.

Neste ano, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) passou a exigir a apresentação, nos formulários, do número de integrantes dos órgãos de administração e conselhos das companhias agrupados por gênero e raça.

A partir desses dados, a B3 calcula uma nota para cada companhia, o Score Diversidade, levando em conta seu setor de atividade. O resultado do score, que é um dos principais critérios para definir a entrada de uma empresa no novo índice, somando a critérios de liquidez, define a seleção das empresas que compõe o índice.

+ Entenda mais sobre a metodologia do índice clicando aqui

Quais ações compõem o IDIVERSA B3?

Com validade a partir de hoje, a primeira carteira do Idiversa incluirá 79 ativos de 75 empresas, abrangendo dez setores econômicos.

Veja abaixo algumas delas:

  • Fleury
  • Azul
  • Ecorodovias
  • Lojas Renner
  • Ânima
  • BB Seguridade
  • Vivara
  • Raia Drogasil
  • Santander
  • Itaú
  • Iguatemi
  • Magazine Luíza
  • Petz
  • B3
  • Petrobras
  • Locaweb
  • Even
  • Cosan
  • Energisa

Conheça a composição e os pesos da carteira do IDIVERSA B3

Novas aplicações ESG

O novo índice permitirá o desenvolvimento de produtos de investimento, como fundos passivos e ativos, além de fundos de índices que poderão aumentar a oferta de produtos para os investidores finais.

“Além de dar visibilidade das companhias que se destacam entre seus setores na temática diversidade de gênero e raça, é importante lembrar que o IDIVERSA B3 é mais uma tese de investimento que disponibilizamos ao mercado”, diz Ana Buchaim, vice-presidente de Pessoas, Marketing, Comunicação, Sustentabilidade e Investimento Social Privado da B3.

“Os índices são ferramentas essenciais para o desenvolvimento de mercado, já que oferecem aos investidores referências para avaliação, planejamento de investimentos e formação de portfólios”, completa Buchaim.

Aprenda sobre ESG, um novo jeito de investir, no curso gratuito disponibilizado pelo Hub de Educação Financeira da B3

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias