Notícias

Ibovespa encerra em queda com pacote fiscal insuficiente e IBC-Br apontando retração da economia

Principal índice da bolsa fechou em 0,84% negativos, aos 110.916 pontos

Bolsa do Brasil B3
A queda de hoje foi a segunda consecutiva do Ibovespa após o forte tombo da Americanas (AMER3) na véspera

O último pregão da semana operou no negativo durante todo o dia e a Bolsa do Brasil (B3) fechou em menos 0,84%, aos 110.916 pontos. O mercado refletiu o pacote da Fazenda divulgado ontem, que prevê transformação do déficit de R$231,5 bilhões em superávit de R$11,13 bilhões, conforme estimado pelo governo. As medidas foram aprovadas por analistas do mercado, mas não promoveram maior entusiasmo, já que eram esperadas mais medidas de cortes de gastos.

O efeito do pacote fiscal também foi sentido no dólar, que encerrou com alta de 0,12%, cotado a R$5,106 na venda e R$5,105 na compra.

Também esteve no radar dos investidores o Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) divulgado hoje. O indicador do Banco Central considera dados de produção dos três setores – agropecuária, indústria e serviços -, tem frequência mensal e é considerado uma prévia do PIB. Os últimos dados foram referentes a novembro de 2022 e sugeriram retração da economia.

A queda de hoje foi a segunda consecutiva do Ibovespa após o forte tombo da Americanas (AMER3) ontem, quando caiu 77%. Hoje, os papeis da empresa tiveram alta de 59% durante a tarde e fecharam na casa dos 20% positivos, em mais uma sessão em que foram negociados entre leilões – mecanismo de proteção da bolsa acionado quando ocorre uma variação abrupta no preço de determinado ativo. Desse modo, a negociação deste ativo é interrompida e passa a ocorrer aos moldes do leilão.

As agências de classificação de riscos Fitch e S&P Global rebaixaram as notas de classificação da Americanas de “BB” para “CC”, na escala global, e de AA+ para CC, na escala nacional. O rebaixamento acontece devido às incertezas geradas pela identificação das inconsistências contábeis, de acordo com o fato relevante divulgado pela companhia.

Sobre outras empresas do setor de varejo, Magazine Luiza (MGLU3) encerrou com alta na casa dos 7% e Via (VIIA3) com queda de 4%.

No exterior, hoje foi o primeiro dia de divulgação de resultados dos bancos norte-americanos e anúncios de lucro por parte de Bank Of America, Wells Fargo, JPMorgan e Citigroup. O mercado externo segue de bom humor com o resultado abaixo do esperado da inflação dos EUA (CPI) e consequente expectativa de juros mais brandos no país. Dow Jones encerrou com alta de 0,31% e Nasdaq com 0,69% positivos.

Os barris de petróleo tiveram alta em meio à flexibilização das políticas de Covid-Zero na China e à expectativa de reaquecimento da economia do país asiático. WTI (fevereiro) encerrou o dia com 1,88% a US$ 79,86 e Brent (março) 1,49% a US$ 85,28.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias