Mercado

Mercado financeiro hoje: EUA atento ao índice de consumo; Campos Neto e balanços são foco no Brasil

Enquanto isso, as Bolsas na Europa sobem levemente desde cedo em meio à segunda leitura do PIB da zona do euro do 4° trimestre

Também serão divulgados os pedidos de auxílio-desemprego e os estoques de petróleo pelo Departamento de Energia dos EUA.

Por Redação B3 Bora Investir

Nesta terça, 14/02, o mercado deve repercutir a entrevista do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, ao programa Roda Viva ontem à noite, e também vão acompanhar palestra dele sobre ‘Política Monetária Brasileira’ em evento do BTG Pactual, em São Paulo. 

Também devem participar do painel no mesmo evento o secretário extraordinário da Reforma Tributária do Ministério da Fazenda, Bernard Appy, e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco. 

A divulgação da leitura de janeiro do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) dos Estados Unidos é o destaque na agenda internacional. Investidores vão monitorar ainda comentários de quatro dirigentes do Federal Reserve (Fed), balanços corporativos e o relatório mensal de petróleo da Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo).

CPI dos EUA e PIB Europa

No mercado internacional, o dia começa com ajustes moderados influenciados pela expectativa de divulgação do índice de preços ao consumidor americano – que ajuda a medir o desempenho econômico dos Estados Unidos. Nas últimas semanas, os dirigentes do Banco Central do país sinalizam que podem seguir com o aperto de juros para trazer a inflação de volta à meta oficial de 2%. 

Enquanto isso, as Bolsas na Europa sobem levemente desde cedo em meio à segunda leitura do PIB da zona do euro do 4° trimestre. 

No Japão, a bolsa subiu e o iene se valoriza ante o dólar, reagindo à indicação de Kazuo Ueda para assumir a presidência do BoJ, o Banco Central japonês, a partir de abril, e ao crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) real no quarto trimestre e em 2022, revertendo tendência de queda do terceiro trimestre.

+ Entenda a discussão em torno de uma possível elevação das metas de inflação

Brasil: petróleo e imobiliário

Os investidores seguem atentos a Campos Neto, após o tom amigável em relação ao governo, mas firme no alerta para o risco de aumentar a meta de inflação, na entrevista de ontem à noite, segundo a Agência Estado. 

Os investidores devem analisar ainda balanços, como Banco do Brasil, enquanto a queda do petróleo pode influenciar nas ações da Petrobras e outras do setor de commoditie. Hoje também será divulgado o novo formato do Minha Casa, Minha Vida, relançado pelo governo Lula com meta de contratar 2 milhões de moradias até 2026 – o que também pode refletir nos papéis de empresas do setor. 

Ontem, o principal índice da Bolsa do Brasil, o Ibovespa, encerrou em 0,70%, aos 108.836 pontos, com destaque para o bom desempenho dos balanços apresentados pelos grandes bancos. Bradesco, Itaú Unibanco e Santander tiveram juntos lucro líquido de R$ 10,4 bilhões no 4º trimestre de 2022. Os dois primeiros, ITUB4 e BBDC4, tiveram altas de 3,44% e 3,63%, respectivamente. Já o Santander (SANB3) teve valorização menor, 0,67%.

*Informações da Agência Estado 

Quer entender o que é macroeconomia e como ela afeta seu bolso? Acesse o curso gratuito Introdução à Macroeconomia, no Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias