Mercado

Mercado financeiro hoje: Haddad e auxílio-desemprego nos EUA ficam no radar dos investidores

Mercado financeiro deve ficar em compasso de espera pelo relatório de emprego (payroll) dos EUA de março, que sai amanhã

Linhas de gráfico numa tela de computador
A Bolsa de Valores divide suas ações em setores baseados na atuação das empresas na economia real. Foto: Adobe Stock

Por Redação B3 Bora Investir

Na véspera de feriado de Páscoa, a agenda nacional que pode influenciar os mercado financeiro hoje é modesta. No Brasil, o destaque é a participação do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, em entrevista à BandNews TV, às 10h.

Nos Estados Unidos, serão divulgados o discurso do presidente do Federal Reserve de St. Louis, James Bullard, às 11h, e de dados semanais de pedido de auxílio-desemprego, às 9h30.

Os mercados globais devem ficar em compasso de espera pelo relatório de emprego (payroll) dos EUA de março, que sai amanhã. Já investidores locais aguardam pelo texto final do arcabouço fiscal, que deve chegar na Câmara até a próxima terça-feira.

No exterior

No Velho Continente, a produção industrial da Alemanha subiu 2% em fevereiro e surpreendeu analistas que previam estabilidade no período.

Por outro lado os indicadores de empregos e de serviços dos EUA vieram fracos ontem e elevaram o temor de uma recessão nos EUA, que pode ser causada por um aperto monetário mais agressivo. Como resultado, as apostas de que o BC americano manterá os juros estáveis na reunião de maio ganharam força.

As bolsas da Ásia fecharam majoritariamente em baixa nesta quinta-feira, após a divulgação de dados fracos dos EUA. O índice acionário japonês Nikkei caiu 1,22% em Tóquio, enquanto o sul-coreano Kospi recuou 1,44% em Seul, e o Taiex cedeu 0,36% em Taiwan. Por fim, os mercados da China continental ficaram estáveis, apesar de um indicador positivo do setor de serviços, enquanto o de Hong Kong subiu levemente.

No Brasil

O movimento das bolsas lá fora pode limitar o fôlego do Ibovespa. Isso porque o mercado financeiro hoje tende a ter liquidez reduzida. Como os mercados locais estão fechados amanhã por conta do feriado de Páscoa, devem reagir ao payroll apenas na segunda-feira.

+ Presidente do BC avalia arcabouço fiscal como ‘superpositivo’

No radar dos investidores está a Petrobras. Horas depois de o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, dizer que haverá mudanças no Preço de Paridade de Importação (PPI) da Petrobras, o Conselho de Administração da estatal enviou uma carta cobrando detalhes.

Para saber mais sobre investimentos e educação financeira, não deixe de visitar o Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias