Investir melhor

6 dicas para investidores se manterem motivados e alcançarem seus objetivos

Ter uma mentalidade forte para permanecer fiel aos investimentos não é fácil, mas essas dicas podem ajudar

Cofre porquinho com cédulas de 100 reais espalhadas em volta, principal símbolo de economia e guardar dinheiro. Foto: Adobe Stock
O crescimento do patrimônio vem não apenas da escolha de investimentos sábios, mas também de uma mentalidade sólida. Foto: Adobe Stock

Por João Paulo dos Santos

Iniciar no mercado de investimentos pode ser um desafio, mas com objetivos claros e a mentalidade certa, qualquer pessoa é capaz de traçar um caminho de sucesso financeiro. 

Por ser algo que exige tempo de espera para alcançar resultados efetivos, Daniella Rolim, planejadora e educadora financeira, fundadora da Flap Capital, reforça que é fundamental encontrar mecanismos que auxiliem a manter o foco durante o processo de investimentos.

“Cultivar uma mentalidade paciente e aprender com cada movimento é tão crucial quanto acompanhar os números. O crescimento do patrimônio vem não apenas da escolha de investimentos sábios, mas também de uma mentalidade sólida e com foco no longo prazo, pois isso permite resistir às oscilações naturais do mercado e à ansiedade causada pela vontade de obter mais rapidamente os retornos desejados”, explica a especialista.

Dicas para se manter motivado 

Para ajudar investidores iniciantes a investir, traçar metas e se comprometer com seus objetivos financeiros, Daniella reuniu seis dicas práticas. Confira!

1. Tenha objetivos claros e bem definidos

Esse é um dos primeiros passos para o sucesso nos investimentos: ter clareza e ser realista. Esses objetivos precisam ser tangíveis e realizáveis. Portanto, pergunte a si mesmo: o que desejo alcançar com meus investimentos? Seria comprar uma casa, garantir a educação dos filhos ou me aposentar confortavelmente? A clareza dos objetivos manterá sua mente de investidor motivada.

2. Estabeleça objetivos de curto prazo

Para manter-se empenhado, é importante definir objetivos de curto prazo que possam ser alcançados rapidamente. Isso pode ser feito criando metas mensais ou trimestrais para economizar e investir. Atingi-las proporcionará uma sensação de realização e incentivará a continuidade do comprometimento com os objetivos financeiros de longo prazo.

+ Deu ruim! Influenciadores contam erros de quando começaram a investir

3. Tenha um parceiro de comprometimento

Manter-se firme, especialmente quando surgem distrações ou tentações de gastos impulsivos, pode ser um desafio. Por isso, é importante ter um parceiro comprometido. Pode ser um amigo, membro da família ou até mesmo alertas no celular que lembrem os investidores de suas metas. Ter alguém para frisá-las pode fazer toda a diferença.

4. Aprenda constantemente

É importante a educação financeira contínua. Não deixe de aprender sobre diferentes tipos de investimentos, riscos associados e estratégias de gestão de portfólio. Procure recursos, como livros, cursos online ou aplicativos de finanças pessoais, que possam te ajudar a aprimorar seu conhecimento e tomar melhores decisões.

+ 10 livros sobre educação financeira e investimentos para te inspirar

5. Diversifique e gerencie riscos

Diversificar os investimentos é importante para reduzir o risco. Dividir a diversificação em diferentes classes de ativos, como ações, títulos e imóveis, pode proteger o patrimônio contra flutuações do mercado. O gerenciamento de riscos é uma parte essencial do comprometimento com o sucesso financeiro a longo prazo.

6. Monitore e ajuste regularmente

Lembre-se que seus objetivos podem evoluir ao longo do tempo. É possível ter metas diferentes à medida que envelhece ou quando ocorrem mudanças significativas em sua vida. Portanto, é essencial monitorar e ajustar regularmente seus planos de investimento para garantir que estejam alinhados com seus objetivos em constante mudança.

Cuidado com as armadilhas

Além das dicas, o investidor também pode somar ao comportamento alguns cuidados. Gabriel Cabanero, especialista de Investimento do Ailos, alerta que as principais tentações que podem atrapalhar essa mentalidade são os gastos superficiais e os emergenciais.

“Para isso é importante constituir uma reserva ou algum investimento de liquidez diária, para utilizar em casos de emergência. Além disso, muito cuidado com os investimentos milagrosos! Procure instituições financeiras de confiança, com boa reputação”.

Quer saber mais sobre como começar a investir? Acesse o Hub de Educação da B3 e confira este curso gratuito!

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.