Investir melhor

Quanto rende R$ 1 mil na poupança, Tesouro Selic e CDBs com a Selic em 13,75%?

Veja simulações de quanto rende R$ 1 mil na poupança, no Tesouro Selic e em CDBs de bancos de grande e médio porte em diferentes prazos

4 cofres de porquinhos em ordem decrescente
Porquinhos: poupança perde para outras aplicações em todos os prazos, pois rende atualmente 70% da Selic

Por Marília Almeida

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) decidiu nesta quarta-feira, 03/05, manter a taxa básica de juros, a Selic, em 13,75% ao ano. A Selic está neste nível desde agosto do ano passado.

Um cenário de manutenção dos juros em patamar alto favorece investimentos de renda fixa. Isso porque os títulos tomam têm como referência o CDI, que acompanha de perto a Selic.

Quem investe R$ 1 mil no Tesouro Selic hoje ganhará R$ 98,64 após um ano. Já se aplicar em um CDB que pague 105% do CDI, emitido por grandes bancos, pode receber R$ 105,59 após esse período. O valor sobe para R$ 110,62 caso a opção seja por um CDB de um banco médio que pague 110% do CDI.

Com a Selic acima de 8,5%, o rendimento da poupança é de 0,5% mais a taxa referencial (TR). Mesmo isenta de IR, a poupança perde para todas as outras aplicações de renda fixa, em todos os prazos simulados.

Quanto rende R$ 1 mil em cada investimento

Veja simulações de quanto rende R$ 1 mil na poupança, no Tesouro Selic e em CDBs de bancos de grande e médio porte em diferentes prazos, considerando que o investidor resgate o valor após 6 meses, 1 ano ou 2 anos. 

MesesPoupançaTesouro SelicCDB 105% CDI (bancos grandes)CDB 110% CDI (bancos médios)
6R$ 1.046,05R$ 1.049,57R$ 1.052,92R$ 1.055,37
12R$ 1.088,76R$ 1.098,64R$ 1.105,59R$ 1.110,62
24R$ 1.171,87R$ 1.203,94R$ 1.219,35R$ 1.230,34
Michel Viriato/ Casa do Investidor

Na simulação foi considerada a taxa da curva de juros vigente no dia da publicação desta matéria para cada prazo de investimento. A curva de juros muda diariamente, conforme as expectativas para a taxa Selic.

Os valores da simulação já descontam o Imposto de Renda, exceto no caso da poupança, que é isenta da cobrança do tributo.

Como investir

O Tesouro Selic é o título mais recomendado para a reserva de emergência por conta da sua liquidez e segurança. Já CDBs permitem obter uma rentabilidade maior e são garantidos pelo FGC. Outras maneiras de obter maiores rendimentos na renda fixa é investir em LCIs e LCAs, títulos que também são garantidos pelo FGC.

Mesmo em tempos de Selic alta, é recomendável ter uma carteira de investimentos diversificada. Ela deve incluir, além de títulos de renda fixa, uma porção de aplicações em renda variável, como fundos de investimento e ações.

A indicação é válida especialmente no caso de objetivos financeiros de longo prazo. Para montá-la, é necessário levar em consideração o seu perfil de risco.

Para saber ainda mais sobre investimentos e educação financeira, não deixe de visitar o Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias