Imposto de renda

Imposto de Renda: o que fazer se perder o prazo da declaração

É possível acertar as contas com o Leão mesmo depois da data estipulada pela Receita Federal. Entenda!

É possível declarar seus gastos ao Leão mesmo depois do prazo estipulado: mas será necessário arcar com algumas consequências Foto: Pixbay

Por Redação B3 Bora Investir

Apesar do prazo extenso que a Receita Federal dá para a declaração do Imposto de Renda, é comum se esquecer da data. Afinal, em meio a correria do dia a dia, prestar contas do Leão pode acabar ficando “para amanhã”. 

Como declarar os investimentos no Imposto de Renda?

Acontece que esse “amanhã” está chegando e é bom acertar a declaração o quanto antes para evitar problemas maiores. O contribuinte que não tiver declarado até a próxima quarta-feira, 31/05, estará sujeito a multa ou, pior, cair na temida malha fina.

Como regularizar a situação de falta de declaração do IR?

Mesmo após o prazo de declaração é possível acertar as contas com a Receita Federal e evitar problemas maiores. Quem não declarar o Imposto de Renda dentro do prazo deverá, o quanto antes, acessar o site da Receita para resolver o problema.

O processo é o mesmo da declaração regular. Aqui no Bora Investir já explicamos como fazer a declaração de vários tipos de bens, gastos e ativos financeiros: basta seguir estes passos. 

Imposto de Renda: veja o calendário de pagamento das restituições

O problema é que, ao declarar com atraso, será cobrada uma multa. O contribuinte vai recebê-la por meio de uma notificação de “lançamento”. O documento vai conter as informações e o prazo para quitar a taxa e normalizar a situação.

O que acontece se eu não declarar o Imposto de Renda?

Entregar a declaração com atraso custa, no mínimo, R$ 165,74, e pode chegar a 20% do imposto devido. O contribuinte tem 30 dias para pagar a multa após entregar a declaração com atraso. Depois desse período, a Receita passará a cobrar juros de 1% ao mês sobre o patrimônio.

Além disso, enquanto a declaração não for feita, o CPF do contribuinte será considerado irregular. Ou seja, não será possível solicitar crédito ou prestar concurso público, por exemplo. 

Imposto de Renda 2023: como não cair na malha fina

Na pior das hipóteses, a Receita poderá processar o autor da declaração, que vai se tornar alvo de investigação por sonegação fiscal. É a famosa “malha fina”.

Existem até mesmo a possibilidade de prisão por crime federal. Mas a acusação só é imputada caso se passem 20 meses do prazo de declaração do ano em questão. Fique atento!

Para saber ainda mais sobre investimentos e educação financeira, não deixe de visitar o Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.