Mercado

Ibovespa fecha em queda e está próximo de romper suporte de 100 mil pontos após Fed e falas de Powell

Na Super Quarta, noticiário interno também segue no foco dos investidores

Crise. Foto: Pixabay
Mercado rapidamente assimilou a última decisão do FED e o Ibovespa reverteu os ganhos. Foto: Pixabay

Passada a euforia após a decisão do Fed (Federal Reserve, o banco central americano) e das falas do presidente da entidade, Jerome Powell, o Ibovespa, principal índice da B3, a Bolsa de Valores Brasileira, devolveu os ganhos e voltou para o terreno negativo, bem próximo de romper o suporte de 100 mil pontos.

O principal índice da bolsa brasileira fechou em queda de 0,79%, a 100.220 pontos, enquanto o dólar reduziu as perdas e encerrou as negociações em queda de 0,18%, a R$ 5,2359.

Quase metade das pessoas cairia em golpe de investimento, aponta CVM e ANBIMA

O mesmo ocorreu com as bolsas americanas, que apresentaram uma reação positiva após o discurso de Powell, mas logo voltaram para o negativo.

As taxas de juros futuros de médio e longo prazo fecharam em queda.

A decisão do Copom, também importante, sairá somente após às 18h, depois do fechamento das negociações na B3 .

Jerome Powell

O presidente do banco central americano, Jerome Powell, reforçou que a instituição busca uma inflação de 2% ao ano e colocou inflação e aquecimento do mercado de trabalho como principais impeditivos.

Nova regra fiscal fica para abril e decepciona mercado; Copom decide Selic hoje

Powell reiterou que “o sistema bancário tem liquidez  e está seguro”.

Além disso, falou que novas altas serão analisadas a partir dos dados macroeconômicos, e que a inflação e os ganhos salariais estão dando sinais de desaceleração.

Fed

Fed anunciou há pouco o aumento da taxa de juros de 0,25 ponto percentual, em linha com a expectativa predominante do mercado. A taxa anual passa a ser de 4,75% a 5%.

Segundo dados do CME Group, o novo patamar de juros foi estimado por 90% dos analistas antes da decisão do Fed. Os analistas consideraram principalmente os dados de inflação (CPI) e do mercado de trabalho (payroll).

Utilizadas como referência para a operação dos juros, os indicadores de inflação e vagas de emprego nos EUA apontaram para uma dificuldade de o Fed iniciar uma queda nos juros nesta reunião, o que acabou se confirmando.

Copom

No Brasil, o pregão também deve ser dominado pela expectativa da decisão de juros, que sai após o fechamento dos mercados. A expectativa de manutenção da taxa Selic em 13,75% ao ano é quase unânime, mas agentes observarão o comunicado em busca de possíveis sinais sobre quando terá início o ciclo de afrouxamento monetário.

Política

A notícia de que a nova âncora não será divulgada nesta semana pesou sobre os ativos brasileiros ontem e deve continuar no radar hoje. Além disso, investidores analisam os nomes cotados para a diretoria do BC.

De acordo com a mídia, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aprovou os nomes de Rodolfo Fróes para a diretoria de Política Monetária e de Rodrigo Monteiro para a de Fiscalização. Os nomes teriam sido indicados pelo ministro da Fazenda, Fernando Haddad.

Commodities

Entre as commodities, o minério de ferro teve mais um dia de perdas firmes na bolsa de Dalian. Desta vez, a queda foi de 2,15%, aos 865,5 yuans (cerca de US$ 125,50) a tonelada.

O petróleo Brent – utilizado como referência pela Petrobras – fechou em que alta de 1,80% em Londres, a US$ 76,38 por barril.

Também quer entender o que é macroeconomia e como ela afeta seu bolso? Acesse o curso gratuito Introdução à Macroeconomia, no Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias