Mercado

Mercados financeiros hoje: atenções ficam na ata do Copom e votação da LDO

Dia é de agenda fraca no exterior; bolsas de Nova York e da Europa operam em leve alta

Mão segurando o celular, no celular, há um gráfico candlestick. Foto: Adobe Stock
A renda variável é uma denominação abrangente que detém as maiores lucratividades do mercado. Foto: Adobe Stock

Por Redação B3 Bora Investir

A ata do Copom é um dos destaques da agenda doméstica nesta terça-feira, assim como a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2024, esperada para hoje. Esta é a última semana antes do recesso parlamentar, e o Legislativo corre para fazer as últimas votações do ano.

+ Conheça os IMA, os índices de renda fixa da Anbima

Também hoje o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem reunião com oficiais-generais do Exército, da Marinha e da Aeronáutica. Já o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, discursa em evento do Correio Braziliense.

Nos EUA, saem os dados sobre construções de moradias iniciadas e o presidente do Fed de Atlanta, Raphael Bostic, participa de evento.

Fôlego curto no exterior

A manhã é de pouca tração nos futuros de Nova York, num dia de agenda mais fraca, e também nas bolsas europeias, que seguem com fôlego limitado após o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da zona do euro recuar 0,6% em novembro, na margem.

Solteiros são mais endividados que os casados. Confira dicas de como organizar as contas

No Japão, o Banco do Japão (BoJ) manteve sua política monetária ultra-acomodatícia inalterada, como era esperado por analistas. O presidente do BoJ, Kazuo Ueda, afirmou que a instituição irá “pacientemente” manter o relaxamento monetário e disse ser “improvável” que o BC sinalize já no próximo mês que pretende elevar os juros. Para a Capital Economics, no entanto, o BC do Japão deverá acabar com o juro negativo em janeiro e gradualmente retirar seu instrumento de controle da curva de juros ao longo de 2024.

No Brasil, investidores avaliam ata do Copom

O sinal positivo das bolsas lá fora pode ajudar o Ibovespa, mas o impulso também pode ser limitado, em meio ao recuo do petróleo e do minério de ferro, de 0,11% em Dalian. O recuo dos retornos dos Treasuries pode trazer algum alívio aos juros futuros, que também estarão sensíveis ao conteúdo da ata do Copom.

IPVA 2024: SP libera consulta de valor venal dos veículos; saiba como calcular quantia

Os economistas esperam na ata mais informações sobre como os membros do colegiado enxergam a possibilidade de aceleração do ritmo de cortes da taxa Selic, para 0,75 ponto porcentual.

A sessão solene do Congresso Nacional para promulgar a reforma tributária foi convocada para amanhã. E o relator do projeto que regula o mercado de crédito de carbono no País, deputado Aliel Machado (PV-PR), cedeu em pontos do seu texto para tentar um acordo com líderes da Câmara que destrave a votação nesta semana.

*Agência Estado

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias