Objetivos financeiros

4 dicas para quem deseja se tornar um investidor

Quanto antes se começa a investir, melhor. Mas começar a investir tarde é melhor do que nunca

Boneco representando um homem com várias setas apontando direções ao redor
O Bora Investir preparou algumas recomendações para ajudar o investidor de primeira viagem. Foto: Adobe Stock

Por Redação B3 Bora Investir

Você quer organizar as suas contas e começar a investir, mas não sabe muito bem como pôr isso em prática? Não se preocupe!. O Bora Investir preparou algumas recomendações para ajudar o investidor de primeira viagem.

Quer cuidar melhor do seu dinheiro em 2024? Especialista revela dicas

Confira a seguir algumas dicas de Jayme Carvalho Jr., economista e sócio da SuperRico, para dar os primeiros passos com segurança.

1- Não fique só nos planos e comece a investir

Essa dica pode parecer óbvia mas, assim como outras resoluções de começo de ano, investir pode ficar só no plano das ideias e nunca acontecer de fato. “Quanto antes se começa a investir, melhor. Mas começar a investir tarde é melhor do que nunca, salienta Jayme.

Se ainda restam dúvidas sobre por que se tornar um investidor, o sócio da SuperRico elenca as principais motivações. “Investir é uma forma de materializar os planos do futuro. Também é um meio de proteção, um caminho para ter uma vida financeira mais saudável.”

+ Vale a pena pegar um empréstimo para quitar todas as dívidas?

2 – Livre-se dos preconceitos

Segundo Jayme, existem dois preconceitos que impedem ou dificultam a vida de um investidor iniciante. Um diz que investir traz muitos riscos, inclusive o de se perder todo o dinheiro aplicado. O outro funciona de maneira oposta e faz as pessoas acreditarem que é possível enriquecer rapidamente. “Para os que tem medo de investir, a sugestão é contratar uma assessoria profissional. Já quem acredita que é possível enriquecer depressa pode estar sujeito a golpes”, afirma Jayme.

3 – Conte com ajuda profissional

Como já dito no tópico acima, ter ajuda profissional é muito importante para quem planeja começar a investir.

“Além de ajudar a traçar objetivos de curto, médio e longo prazo, um profissional deve sempre pensar na composição de uma reserva de emergência e em investimentos que possam contribuir para a aposentadoria de seus clientes“, recomenda Jayme.

Ferrou! Crônicas da reserva de emergência

O economista também afirma que o profissional auxilia ainda em momentos difíceis ao considerar que o investidor deve lidar com a volatilidade do mercado. Em suma, o investidor nunca deve se colocar em situações de risco sem antes ter uma avaliação profissional

+ Como começar a investir com R$ 1, R$ 10 ou pouco mais de R$ 100

4 – Estude por conta própria

Paralelamente à condução profissional, o investidor pode por conta própria estudar o mercado financeiro.

“Estudar depende muito da aptidão de cada um, mas entender um certo produto é importante se a ideia é investir nele. Pensando nisso, há ferramentas digitais que podem ajudar, pois elas fazem o investidor visualizar como uma aplicação se comporta ao longo do tempo”, explica Jayme.

Para aprender sobre todos os temas relacionados à economia e finanças, conte com o Hub de Educação Financeira da B3, uma plataforma completa com vídeos e cursos gratuitos sobre os temas.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias