Imposto de renda

Imposto de Renda: veja quais documentos são necessários para declarar 

O período de entrega do Imposto de Renda 2023 já começou e é importante ter alguns documentos à mão para facilitar o processo de declaração

Dinheiro, caneta e folha impressa com logo da receita federal, sobre a bandeira do brasil. Foto: mehaniq41 - Adobe Stock
A Receita Federal recolhe, a cada ano, as declarações de renda de cada um dos contribuintes não isentos do país. Veja quais documentos você vai precisar:

Por Redação B3 Bora Investir

O período de entrega do Imposto de Renda 2023 já começou e é importante ter alguns documentos à mão para facilitar o processo de declaração.

Por isso, quanto antes você começar a juntar a papelada para declará-la, melhor. A lista inclui todos os comprovantes de rendimentos e despesas de 2022, além da declaração do ano passado, caso você tenha feito.

+ Como declarar Day Trade no Imposto de Renda? Confira com o Bora!

O Fisco irá cruzar as informações e checar quanto imposto você pagou durante o ano. Por isso, é importante preencher tudo com muita calma e cuidado, já que informações erradas podem te levar a cair na malha fina.

Importante: mesmo depois da declaração, guarde os papéis por cinco anos. Este é o período em que a Receita pode revisar os dados da declaração e pedir que você os comprove.

Quais os documentos para declarar as minhas informações e dos meus dependentes?

Algumas informações básicas devem estar em todas as declarações. E isso também vale para dependentes, como filhos, enteados, pais ou pessoas incapazes das quais o contribuinte seja cuidador.

Veja, abaixo quais documentos são exigidos pela Receita na declaração:

  • RG
  • CPF
  • Certidão de nascimento
  • Endereços atualizados
  • Título de eleitor 
  • Cópia da última declaração de Imposto de Renda entregue
  • Dados da conta bancária para restituição do IR
  • Atividade profissional exercida atualmente

Todas as regras para declarar o Imposto de Renda 2023

Quais os documentos para declarar meus bens, imóveis e contas?

Outras informações básicas que podem ser exigidas pelo Fisco, mas que vão variar de contribuinte para contribuinte, são as relacionadas ao seu patrimônio.

Na ficha de Imóveis é necessário preencher:

  • Data de aquisição
  • Área do imóvel
  • Inscrição municipal (IPTU)
  • Registro de inscrição no órgão público
  • Registro no cartório de Imóveis

Para veículos, aeronaves e embarcações, você precisará de

  • Número do Renavam
  • Registro no órgão fiscalizador correspondente

Já as contas correntes e aplicações financeiras requerem:

  • CNPJ da instituição financeira
  • Número da agência
  • Número da conta

Receita libera o download do programa para declaração

Quais documentos são necessários para declarar a renda do contribuinte e/ou de seus dependentes?

Seu salário, negócios, aluguel de imóveis e aplicações financeiras devem ser incluídas na ficha de Rendimentos.

Para declará-los, os documentos necessários são:

  • Informes de rendimentos emitidos pelas instituições financeiras onde você tem conta, como:
    • Bancos
    • Fintechs
    • Contas de pagamento
    • Corretoras de valores e de investimentos
  • Informes de rendimentos de salários e benefício, como:
    • Informe das empresas para as quais você presta serviço
    • Aposentadoria
    • Pensões
    • Pró-labore
    • Distribuição de lucros;
  • Informes de rendimentos de aluguéis de bens móveis e imóveis
  • Informes de outras rendas recebidas em 2022, como:
    • Doações
    • Heranças
    • Pensão alimentícia;
  • Dados do Carnê-Leão para importação na Declaração do IR;
  • Informes de rendimentos de programas fiscais, como a Nota Fiscal Paulista e Nota Fiscal Paulistana

+ Como declarar renda variável

Quais documentos preciso para comprovar bens e direitos?

A ficha de Bens e Direitos inclui o patrimônio líquido presente ou futuro. Grande parte dos seus investimentos deve ser inserido nela.

Para declará-los, separe:

  • Documentos comprovando a compra e venda de bens e direitos em 2022
  • Matrícula do imóvel ou escritura de compra e venda
  • Boleto do IPTU de 2022
  • Documentos provando participação acionária em uma empresa, caso as tenha;
  • Se você tiver lucrado com a venda de bens e direitos, recolha os dados do Demonstrativo de Ganhos de Capital – 2022 (GCAP) para importação

Como declarar renda fixa? Aprenda com o Bora!

Comprovantes de pagamentos e deduções

Despesas com médicos e dentistas, além de exames, internações e planos de saúde podem ser abatidas integralmente do Imposto de Renda. Gastos com educação também entram na regra.

Veja quais documentos você vai precisar para deduzir os valores:

  • Planos ou seguros de saúde precisarão de documentos como CNPJ da empresa emissora ou a indicação do paciente, e eles podem ser:
    • Recibos
    • Informes de rendimentos
  • Gastos médicos ou odontológicos, no geral, requerem o CNPJ da empresa emissora ou CPF do profissional, além da indicação do paciente, e precisam de:
    • Recibos
    • Notas fiscais
    • Extratos do plano de saúde que discrimine os gastos
  • Comprovantes de despesas com educação (com CNPJ da empresa emissora e indicação do aluno);
  • Comprovante de pagamento de previdência social e privada (com CNPJ da empresa emissora);
  • Recibos de doações feitas

É melhor financiar um imóvel ou ficar no aluguel para sempre?

Quais documentos preciso para declarar dívidas?

As dívidas adquiridas ou pagas em 2022 só precisam ser declaradas se a quantia devida for maior que R$ 5 mil. Para isso, será necessário, apenas, o informe de rendimento ou outro documento que comprove a operação. 

Dívidas de financiamento imobiliário, bens adquiridos por consórcio e dívidas de atividade rural não precisam ser declaradas.

Quais documentos separar para declarar renda variável?

Para declarar seus ativos de renda variável, como ações, FIIs, ETFs ou BDRs você só precisará de:

  • Notas de corretagem e extratos de Imposto de Renda enviadas pelas próprias corretoras custodiantes do investimento
  • Documentos de Arrecadação da Receita Federal (DARFs) de Renda Variável;
  • Informes de rendimentos adquiridos com renda variável.

Para saber ainda mais sobre investimentos e educação financeira, não deixe de visitar o Hub de Educação da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias