Organizar as contas

4 dicas para terminar 2022 com as contas em dia

Negociar despesas e começar a investir são bons meios de preservar o orçamento

Mulher usando uma calculadora
O que se quer fazer no final do ano já deveria ter sido planejado. Foto: Adobe Stock

Com 2022 chegando ao fim já começam os projetos para o ano que vem. Objetivos como comprar um carro ou planejar uma viagem podem estar no horizonte de muitas pessoas. Já organizar as contas e começar a investir são resoluções que parecem simples, mas que raramente estão de fato nos planos, apesar de que deveriam estar porque, além de evitar dívidas, essas iniciativas são o ponto de partida para a conquista dos objetivos de médio ou longo prazo.

Para ajudar você a terminar 2022 no azul, o Bora Investir preparou algumas dicas de orçamento. Confira a seguir as recomendações de Jayme Carvalho Jr., economista e sócio da SuperRico.

Evite dívidas

Uma situação comum no final do ano são as dívidas. Por exemplo, pessoas que se empolgaram e acabaram gastando demais no Natal ou até mesmo na Black Friday. Num caso desse, Jayme destaca que as contas atrasadas vetam novas compras.

+ Por que algumas pessoas gastam demais com presentes de Natal?

Para as contas que estão vencendo, uma boa recomendação pode ser priorizar o pagamento daquelas que têm os maiores juros.

Negocie as despesas

Quanto às pessoas que não têm dívidas, mas objetivos, o tempo é o melhor aliado. “O que se quer fazer no final do ano já deveria ter sido planejado“, sentencia Jayme.

Mas se surgiram objetivos de última hora, há alguns conceitos que podem ajudar. “Nas compras, vale a pena pedir desconto se o pagamento é à vista, o que muitas vezes pode dar certo, já que para lojas e empresas sempre interessa ter mais dinheiro em caixa. Mas se o valor à vista é igual ao parcelado, então pode ser melhor parcelar, desde que não se esqueça das prestações”, observa Jayme.

Comece a investir

O economista também lembra que o final do ano por ser um bom momento para começar a investir. Segundo Jayme, “pode-se fazer em dezembro uma aplicação que terá retorno no meio do ano que vem. Essa também é uma forma de planejamento financeiro ao longo do ano, pensando que o ideal é investir todos os meses, e não esperar sobrar algum dinheiro para aplicar.”

+ Simulador de Investimentos: conheça 4 alternativas gratuitas

Para obter o rendimento no curto prazo citado pelo economista, pode ser uma boa ideia as aplicações com liquidez diária, como o Tesouro Selic ou alguns títulos de CDB. Lembrando que é sempre recomendado aos investidores iniciantes que tenham assessoria de corretoras ou profissionais capacitados.

Prepare-se para os gastos de janeiro

Dezembro também é quando se prepara o orçamento para as contas que chegam em janeiro. Além de IPTU e IPVA, também há matrícula dos filhos e lista de material escolar. Enquanto a primeira despesa é mais inflexível, para a segunda há meios de diminuir os custos.

“Em primeiro lugar, é preciso fazer uma pesquisa de preços. Outro caminho pode ser conversar com a escola e saber o que realmente é necessário, já que alguns itens da lista acabam não sendo usados ao longo do ano. Ainda é preciso considerar o fator moda, isso é, cadernos ou estojos que são os mais procurados pelas crianças em determinado ano. Os materiais que fazem sucesso costumam ser mais caros e nunca devem comprometer todo o orçamento.”

Para começar bem o ano também pode ser uma ideia criar metas para serem atingidas com investimentos e criar o hábito de anotar todas as despesas para não perder o controle do orçamento.

Para vídeos e cursos de finanças pessoais, confira os conteúdos gratuitos do Hub de Educação Financeira da B3.

Sobre nós

O Bora Investir é um site de educação financeira idealizado pela B3, a Bolsa do Brasil. Além de notícias sobre o mercado financeiro, também traz conteúdos para quem deseja aprender como funcionam as diversas modalidades de investimentos disponíveis no mercado atualmente.

Feitas por uma redação composta por especialistas em finanças, as matérias do Bora Investir te conduzem a um aprendizado sólido e confiável. O site também conta com artigos feitos por parceiros experientes de outras instituições financeiras, com conteúdos que ampliam os conhecimentos e contribuem para a formação financeira de todos os brasileiros.

Últimas notícias